Sespa instala Centro de Operações Emergenciais de combate à Covid-19

Fotos de José Pantoja (Ascom/Sespa)

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizou a primeira reunião técnica do Centro de Operações de Emergência de Combate ao Coronavírus, o COE Covid-19 Pará, regulamentado pela Portaria nº 236, de 15 de fevereiro deste ano, e publicado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 16 deste mês. A medida é mais uma estratégia do governo do Estado em aperfeiçoar a elaboração, organização, coordenação e monitoramento das medidas de contenção da pandemia.

Sob comando da Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) e do Centro de Informações Estratégias em Vigilância em Saúde (Cievs) da Sespa, o COE Covid-19 Pará funciona como um centro de gestão, cujos objetivos “envolverão a elaboração de protocolos e procedimentos comuns para a resposta da emergência de saúde pública de importância internacional em decorrência do coronavírus e a análise do contexto epidemiológico da doença em todas as regiões do Estado”. Entre as demais atribuições do Centro estão a divulgação de informações relacionadas à pandemia e as formas e graus de aplicação de medidas de proteção para cada Região de Integração do Pará.

A coordenadora do Cievs da Sespa, Daniele Nunes

Durante a primeira reunião, a coordenadora do Cievs da Sespa, Daniele Nunes, apresentou o projeto do Centro de Operações, e explicou seu funcionamento, importância e o motivo de estar sendo instalado no Pará. “Fazemos reuniões diárias, em que estabeleceremos a articulação com outras instituições e esferas de governo, em caráter consultivo e deliberativo. Essa estratégia nos dará subsídios para apoiarmos os municípios de forma imediata”, explica.

Na ocasião, foram apresentadas a situação epidemiológica da Covid-19 no Pará; o Plano Estadual de Imunização e a situação da rede assistencial de leitos públicos sob gestão estadual. O Centro está sendo operacionalizado em sala própria na sede da Sespa, no bairro do Marco, em Belém, e conta com as áreas de gestão operacional e de gestão analítica, denominados, respectivamente, de Grupo de Operações e Grupo de Análises.

Além disso, é composto por técnicos de diretorias integrantes da estrutura da Secretaria Estadual de Saúde e atua de forma conjunta com Sala de Situação da Vacinação contra a Covid-19, e por especialistas e outras instituições no Comitê Pará Ampliado, ainda em fase de estruturação. A ativação do Centro ocorre em cooperação técnica com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

O cronograma de reuniões comporta encontros diários entre os membros do próprio Centro; com o secretário de Saúde do Pará às sextas-feiras; com os membros da Sala de Situação da Vacinação às quintas-feiras, de 15 em 15 dias; com os membros do Coe Covid Pará Ampliado, às quartas-feiras, e com os integrantes do COE Covid Baixo Amazonas, Tapajós e Xingu, instalado no Centro Regional de Governo do Oeste do Pará, em Santarém, às terças e quintas – de forma virtual.

De acordo ainda com o plano de ação descrito pelo Centro, 19 eixos estão propostos pela Sespa para a preparação, prontidão e resposta à Covid-19: Coordenação, Planejamento e Monitoramento; Vigilância, Equipes de Resposta Rápida e Investigação de Casos; Laboratório; Imunização; Controle Sanitário; Cuidados Clínicos de Média e Alta Complexidade; Regulação; Comunicação de Risco e Suporte Operacional e Logística.

Esses 19 eixos correspondem à participação de servidores da Sespa atuantes na Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS); Diretoria de Políticas e Atenção Integral à Saúde (Dpais); Diretoria de Desenvolvimento e Auditoria em Serviços de Saúde (DDASS); Assessoria de Comunicação (Ascom); Diretoria de Desenvolvimento de Redes Assistenciais (DDRA); Departamento Estadual de Assistência Farmacêutica (DEAF); Departamento de Finanças (Defin) e Gabinete do Secretário.

O secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho, destaca que o ponto importante do COE Covid-19 Pará deve ser a sintonia fina entre comitê e o Poder Executivo, para que as próximas medidas necessárias para o enfrentamento ao coronavírus continuem reforçando a positiva visibilidade do trabalho que o Pará vem realizando no combate à pandemia.

 

 

Você pode gostar...