Ter Saúde leva serviços aos moradores de Belém e Ananindeua

Ter Saúde amplia atendimento médico neste final de semana

Moradores do Guamá, em Belém, e Icuí-Guajará, em Ananindeua, bairros atendidos pelo programa estadual Territórios Pela Paz (TerPaz), receberam nesta manhã (15), diversos serviços de saúde realizado pelo projeto Ter Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

A dona de casa Paula Danielli estava na Escola Maria de Nazaré Marques Rios, no Icuí, para buscar material escolar do filho, Wesley Cristiano, de 8 anos. “Meu filho está estudando em casa, vim aqui buscar um material para a aula online que ele está tendo e vi a ação de saúde, aproveitei para me consultar”, disse.

Já a moradora Ediana Cordovil sabia da ação e se programou para levar os filhos. “Já conhecia as ações do Ter Saúde e vim trazer meus filhos para uma consulta com pediatra e pra mim também, consulta com ginecologista, agora eles estão assistindo uma palestra de higiene bucal para saber a escovação correta, eles estão gostando”, contou Ediana.

Ediana Cordovil e seus filhos

Além do atendimento médico com clínico geral, pediatria e ginecologia, uma das novidades da ação é a entrega de medicamentos. “Existe uma lista de medicamentos que serão distribuídos de graça à população, mas vale ressaltar que esses remédios serão liberados conforme orientação médica”, ponderou Alessandra Amaral, coordenadora da Sespa no TerPaz.

Outro serviço que voltou a ser oferecido à população são testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), Hepatite B e C, Sífilis e para Covid-19. “É importante alertar que, caso dê positivo algum desses testes rápidos, as nossas equipes vão orientar e encaminhar o paciente para a UREDIPE, que é a Unidade de Referência Especializada em Doenças Infecciosas Parasitárias Especiais, para iniciar o tratamento”, contou Alessandra.

Cadastro Pessoas com Deficiência – A partir deste final de semana, durante as ações do Ter Saúde, a Sespa também realizará cadastro de pessoas com deficiência, moradores dos bairros atendidos pelo TerPaz, para receberem cadeiras de rodas e emitir documentos. “Vamos oferecer também a emissão do Passe Livre para pessoas com deficiência, que podem usar em viagens intermunicipais, além de um cadastro para a aquisição de cadeiras de rodas. Basta levar um laudo médico, o cartão SUS, comprovante de residência e documento de identificação para ambos os serviços”, informou Alessandra.

Outra novidade é a inclusão das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), que são recursos terapêuticos que buscam a prevenção de doenças e a recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade.

Estudantes de odontologia reforçaram o atendimento e orientação aos moradores

A ideia é acolher pacientes que estão se recuperando de sequelas da Covid-19, principalmente devido a depressão e ansiedade. Assim como palestras preventivas de Saúde Bucal e orientações para frisar o Pacto da Mortalidade Materna com trabalho de rodas de conversa para mulheres e, quando necessário, encaminhamento para exames especializados como mamografia e o exame preventivo do câncer de colo uterino (PCCU).

Atendimento odontológico – Acadêmicos de odontologia da Universidade da Amazônia (Unama) realizaram um processo seletivo, prático e teórico, para a participação de um estágio monitorado durante as ações. Assim como a participação de residentes da Universidade Federal do Pará (UFPA), da área da Saúde Coletiva e também de Odontologia.

Serviço: As ações do Ter Saúde continuam neste domingo (16), agora no território do Benguí, na Escola Municipal Walter Leite (Travessa Quatro, 72) e em Marituba, na Escola Dom Calábria (Rua sexta, 576). Com horário de 8h às 13h.

Texto: Paulo Garcia/Seac

Fotos: Ascom/Seac

Você pode gostar...