Vacina contra a gripe continua disponível até acabar o estoque

Crianças de seis meses a menores de seis anos ainda podem ser vacinadas contra a gripe.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foi encerrada oficialmente, nesta sexta-feira (17), no entanto, as doses de vacina continuarão disponíveis nas Unidades de Saúde para os grupos prioritários, principalmente para as crianças de seis meses a menores de seis anos, uma vez que ainda faltam ser vacinadas cerca de 430 mil crianças.

Devido à baixa cobertura nos grupo prioritários das crianças é importante que os municípios paraenses continuem com as doses disponíveis para a população até acabar o estoque.

A vacina protege contra três vírus respiratórios: Influenza A/H1N1, Influenza A/H3N2 e Influenza e contribui efetivamente para reduzir o adoecimento, complicações e a mortalidade causada por esses três vírus respiratórios.

“As crianças que não foram vacinadas correm o risco de adoecerem e terem complicações como as pneumonias, desenvolverem quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), e ainda descompensarem quadros de doenças pré-existentes, podendo levar à morte”, alerta a coordenadora estadual de Imunizações, Jaíra Ataíde. “É importante, então, que os pais ou responsáveis levem as crianças para receber a proteção contra o vírus Influenza”, enfatizou.

O Pará está com cobertura vacinal de 75% com 1.434.408 pessoas vacinadas de um total de 1.911.628 pessoas que compõem os grupos prioritários, sendo que a meta é vacinar pelo menos 90% desse total.

De acordo com o Vacinômetro do Ministério da Saúde, a Campanha de Vacinação contra a Gripe está com as seguintes coberturas vacinais: crianças (48%), gestantes (58%), puérperas (71%), indígenas (71%) e pessoas de 55 a 59 anos (65%). A meta de idosos vacinados foi superada com cobertura de 115% e a meta de trabalhadores de saúde também foi superada com cobertura de 109%.

Para alcançar as metas das campanhas de vacinação, a Sespa continua orientando os municípios a adotarem estratégias diferenciadas para buscar a população alvo da campanha e o estado alcançar a meta mínima de 90% de cobertura vacinal.

A terceira etapa, que se encerrou nesta sexta-feira, além das crianças, tinha como público-alvo as gestantes, puérperas, e pessoas de 55 a 59 anos. Agora, qualquer pessoa dos grupos prioritários que não se vacinou nas etapas anteriores ainda pode tomar a vacina.

Saiba mais – A gripe é uma infecção viral comum que pode ser fatal, especialmente em grupos de alto risco. A doença ataca os pulmões, o nariz e a garganta. Crianças pequenas, idosos, gestantes e pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa correm alto risco. Os sintomas incluem febre, calafrios, dores musculares, tosse, congestão, coriza, dores de cabeça e fadiga.

Serviço: A vacina está disponível nas Unidades de Saúde de acordo com horário local. É importante levar a caderneta de vacinação.

Texto: Roberta Vilanova/Sespa

Você pode gostar...