Vacinação contra covid-19 gera alento em agentes de segurança pública do Estado

Encerrou nesta segunda-feira (22) a primeira fase de vacinação dos agentes de segurança pública do Pará. Uma etapa importante no combate à Covid-19, principalmente se levar em consideração que são mulheres e homens que fazem parte de um dos serviços mais essenciais para a população: a segurança pública.

Ao todo, 5 mil doses foram disponibilizadas aos profissionais do Estado, Município e da União que atuam na Região Metropolitana de Belém (RMB). São profissionais que precisam lidar todos os dias com as situações mais adversas possíveis, mantendo a ordem e uma democracia justa.

Cada dose do imunizante representou um recomeço diante de dias difíceis: “isso nos tranquiliza, pois assim, damos uma segurança maior aos nossos familiares. Trabalhamos sem medo do invisível, com mais garra para lutar em favor dos paraenses”, disse o titular da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), Delegado Waldir Freire. Waldir ressaltou que todos os policiais civis que trabalham na Demapa já receberam a primeira dose da vacina.

Segundo a delegada-geral adjunta, Daniela Santos, a vacinação representa um marco histórico: “A ação importa e demonstra o reconhecimento à dedicação de nossos policiais, grandes guerreiros, que durante todo esse período de pandemia estão na linha de frente no combate ao coronavírus, seja no enfrentamento incessante à criminalidade ou no cumprimento às regras sanitárias e de isolamento social”, contou.

Na Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) as vacinações já chegaram a imunizar 30% do efetivo. A policial penal Alice Machado comemora a vacinação e acredita que isso é essencial para a realização do trabalho de garantia à segurança. “O sentimento é de gratidão a Deus por esta oportunidade. Como servidora pública, membro da segurança pública desse Estado, sinto-me mais segura para poder estar atuando neste serviço tão essencial para o Pará, pois enquanto todos estão em lockdown, nós estamos nessa linha de frente em prol de manter a paz, servir e proteger o povo paraense”, afirma.

Tendo o maior efetivo da segurança pública paraense, a PM vai vacinar neste sábado todos os policiais militares que atuam nas ruas da capital e que desde março do ano passado têm participado de ações de combate a covid-19. Dois pólos de vacinação foram montados em Belém para imunizar, ao todo, 2.789 policiais militares. O cabo João de Araújo Lima, que atua no 27º Batalhão da PM e foi um dos primeiros policiais militares vacinados, a imunização representa uma vitória. “É um privilégio, esperei tanto por essa vacina. Para nós, que trabalhamos no dia-a-dia combatendo o famoso inimigo invisível, é um prazer estar tendo essa oportunidade”, comemorou o policial.

Para o Sargento do Corpo de Bombeiros, Evandro Silva, estar entre os primeiros agentes de segurança pública vacinados do Brasil é um alento. Ele se contaminou com o vírus em 2020, no início do contágio em massa. Ressalta que não deve brincar com uma doença tão perigosa: “Passei muito mal, fiquei em um estado grave no hospital. Felizmente consegui sobreviver, e hoje estou aqui para participar deste dia tão esperado para todos nós”.

Texto: Evaldo Júnior/PC

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...