Vacinômetro segue sendo aperfeiçoado

Rômulo Rodovalho, secretário de Estado de Saúde Pública

O Vacinômetro, ferramenta digital desenvolvida pelo Governo do Estado do Pará, através da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), que permite à população acompanhar o número de pessoas que foram vacinadas contra a Covid-19 no Estado, é abastecido com dados do sistema do Ministério da Saúde e este sistema, por sua vez, é alimentado pelos dados de vacinação fornecidos pelas secretarias municipais de saúde.

Tendo em vista que o site do Ministério da Saúde esteve instável nos últimos dias, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), no intuito de não deixar a população sem informações, levou em consideração os dados sobre vacinação fornecidos pelas regionais de saúde do Estado.

“Inicialmente, devido à instabilidade que o site do Ministério da Saúde apresentava na coleta, consolidação e disponibilidade dos dados. O estado do Pará, seguindo metodologia de outros estados da federação, adotou um formulário de coleta on-line com o consolidado diário informado pelos próprios municípios, por isso houve uma divergência de dados”, informa o diretor de Vigilância em Saúde, Denilson Feitosa.

O diretor ainda garante que “atualmente o Vacinômetro está em consonância com o sistema do Ministério da Saúde, os dados devem ser atualizados e equiparados diariamente e a ferramenta está sendo aprimorada a cada dia para evitar outras instabilidades”.

O Vacinômetro registra, neste domingo (31), que o Estado do Pará já vacinou, 42.853 pessoas.

Atualização contínua – Com a nova ferramenta, ainda em fase de aperfeiçoamento para inserção e divulgação de mais dados, é possível monitorar a vacinação contra a Covid-19 no Pará. Ela apresenta a soma de doses registradas no sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde (MS), público-alvo das fases da campanha, porcentagem do público-alvo vacinado para as fases da campanha e gráficos e tabelas com doses administradas diariamente e registradas, além de número acumulado de doses administradas. Conforme o andamento das fases de vacinação, a ferramenta será aprimorada e atualizada com mais opções de filtros.

“O vacinômetro é um portal interativo, onde é possível filtrar os dados por cobertura vacinal, por região de saúde, por município ou por público-alvo, como: indígenas, idosos e profissionais de saúde. Conforme forem sendo realizadas outras fases da campanha, vamos adicionando mais opções de público-alvo. Queremos disponibilizar uma atualização diária do portal, como já é feito com o site de dados de Covid-19”, informa a diretora do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), Daniele Nunes.

A atualização dos dados será feita, a partir da inserção de registros nos sistemas de informação nacional da campanha, pelos estabelecimentos de saúde dos municípios, como explica o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho.

“A Sespa construiu uma plataforma web que vai ser atualizada pelo Sistema de Informação Nominal do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI). Então, conforme os municípios forem adicionando no sistema nacional o quantitativo de aplicações de doses das vacinas, essa informação vai ser automaticamente computada no Vacinômetro e ficará disponível para a população”, afirmou o secretário da Sespa.

O secretário acrescentou que, conforme o Ministério da Saúde disponibilizar mais doses de vacinas, a Sespa divulgará as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a Covid-19.

Alerta – A Sespa alerta ainda que, mesmo com a campanha de vacinação contra Covid-19 em andamento, a população precisa continuar usando máscara, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social.

Texto: Melina Marcelino/Sespa

Você pode gostar...