Webinário lança Programa de Capacitação em Autismo do Estado

O Dia Mundial do Orgulho Autista, em 18 de junho, será marcado em Belém por um webinário, palestra transmitida ao vivo na internet, realizado pela Coordenação Estadual de Políticas para o Autismo (Cepa) da Sespa e a Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA). O evento com o tema ‘Capacitar para incluir: um olhar para o autismo’, integra o lançamento do Programa de Capacitação em Autismo do Estado do Pará.

Para participar do webinário, que acontecerá às 18h, não é necessário atuar como servidor público, basta realizar sua inscrição pelo site da Escola de Governança: egpa.pa.gov.br. Todos os participantes receberão certificado. O evento também terá um intérprete de Libras, conferindo acessibilidade à programação.

A coordenadora estadual de Políticas para o Autismo, Nayara Barbalho ressaltou a expectativa para o evento. “Vamos lançar esse programa inédito e que terá muitos braços, tendo a Escola de Governança como um deles. Então é preciso que a população tome conhecimento da ação”.

O Programa de Capacitação em Autismo do Pará prevê cursos voltados para o tema na capital e no interior, em cumprimento da Lei nº 9.061/2020, assinada pelo governador, que instituiu a Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (PEPTEA).

Coordenadora estadual de Políticas para o Autismo, Nayara Barbalho ressalta a importância da qualificação para rede estadual

“Um instrumento de execução da lei é a capacitação da rede já existente, então é muito importante que este programa seja executado, porque ainda sentimos falta de informações sobre o tema, principalmente baseadas em práticas com evidências científicas”, destacou Nayara.

A qualificação será voltada principalmente às áreas de educação, saúde e assistência social, com foco nas demandas urgentes para a garantia de direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. O objetivo é qualificar servidores para atuarem como agentes de inclusão nos municípios.

“A Escola de Governança tem como missão a capacitação dos servidores, não podemos ficar de fora dessa política estadual, é uma competência da Escola participar de forma direta na formação e na capacitação dos servidores, para obter melhores resultados na execução das políticas para o autismo, no acolhimento dessas pessoas e colaborar para que o Governo do Estado alcance o seu objetivo maior, de prestar um serviço com qualidade para este segmento da sociedade”, afirma a diretora geral da EGPA, Evanilza Marinho.

Além da capacitação permanente e continuada de servidores públicos, a Lei também cria o Sistema de Proteção aos direitos das pessoas com Autismo e um cadastro único que permitirá ao Estado mapear a real demanda de pessoas com TEA por município.

Confira os participantes do webinário:

Lucelmo Lacerda – Doutor em Educação pela PUC-SP, Pós-Doutorando em Educação Especial pela UFSCar, Coordenador e Professor da Pós-Graduação em ABA aplicada ao Autismo e DI do CBI of Miami, Professor da Especialização em Autismo da Universidade Federal de Tocantins, é Pesquisador em Autismo e Inclusão escolar baseada em evidências e autor do livro “Transtorno do Espectro Autista: uma brevíssima introdução”.

Evanilza Marinho – Pedagoga, com pós graduação em Gestão Educacional e Diretora Geral da Escola de Governança Pública do Pará.

Nayara Barbalho – Membro da Comissão para o Autismo do CFOAB e Coordenadora Estadual de Políticas para o Autismo.

Flavia Marçal – Professora Adjunta da UFRA. Mestra em Direito. Doutora em Ciências Sociais. Coordenadora do Projeto TEA UFRA/MEC. Membro do Grupo de Trabalho do Conselho Nacional de Educação. Advogada.

Texto: Isabela Quirino/EGPA

Você pode gostar...