Atracado no oeste paraense há uma semana, barco hospital ajuda no combate à pandemia

Em sete dias atracado no distrito de Nova Maracanã, no município de Faro, na região do Baixo Amazonas, o Barco Hospital Papa Francisco e Papa João Paulo II já fez quase 1,3 mil atendimentos, dentre internações e transferências, consultas médicas, exames laboratoriais, eletrocardiogramas e de raio-x, além de distribuição de medicação para pessoas com sintomas da Covid-19. A embarcação chegou ao oeste paraense no dia 20 de janeiro, e só não abriu para assistência à população nos dias 24 e 25. O serviço continua por tempo indeterminado.

De acordo com o frei Joel Sousa, que coordena o flutuante, a prioridade foi encaminhar ou transferir o quanto aqueles com sintomas moderados e/ou graves para a rede hospitalar. “Em seguida, a dedicação aos pacientes com sintomas leves no sentido de impedir o agravamento da infecção. Tem sido dias muito intensos de trabalho, e temos contato com o apoio do Governo do Estado, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e com a prefeitura de Faro, e sua Secretaria Municipal de Saúde”, confirma o religioso.

O Barco Hospital, financiado pelo Governo do Pará, foi enviado para dar suporte no atendimento de pacientes com sintomas leves e moderados da Covid-19. Conta com serviços de triagem de enfermagem, verificação de sinais vitais e oxigenação, atendimento médico, medicamentos, exames de laboratório de hemograma e raio x, testes rápidos e ainda quatro leitos clínicos para estabilizar pacientes.

Reforço – Os 200 cilindros de oxigênio adquiridos e enviados pelo Estado para os municípios da região do Oeste Paraense já foram recebidos pelas equipes das secretarias municipais de saúde, e estão pronto para serem utilizados quando for necessário. Ao todo, dez cidades receberam os equipamentos: Alenquer, Curuá, Juruti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Terra Santa e Belterra.

“Esse monitoramento realizado pela equipe do Barco Hospital tem um papel fundamental para a população da Calha Norte no controle do avanço da pandemia. Tem sido uma retaguarda de auxílio aos municípios nesse momento difícil, a gente agradece ao Governo e a todos os que se empenham nesse trabalho”, reforça o secretário regional de Governo, Henderson Pinto.

Texto: Carol Menezes/Secom

Você pode gostar...