Dez municípios do Oeste do Pará recebem mais 200 cilindros de oxigênio

Duzentos cilindros de oxigênio, enviados pelo governo do Estado para o oeste paraense, chegaram nesta terça-feira (26) ao município de Santarém, onde foram catalogados, vistoriados e imediatamente distribuídos para os municípios que apresentam um grande número de pessoas infectadas.

“Hoje, nós distribuímos 200 cilindros para os municípios com maior demanda e maior necessidade, e isso vai permitir que o oxigênio se mantenha nos municípios, sem problema de faltar material. Nós iremos receber mais 320 cilindros de oxigênio, que serão repassados aos municípios. Aqueles que não receberam, irão receber. A estratégia  de quantidade por município depende da demanda e situação atual de cada cidade”, explicou o secretário Regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto.

Nas ações de enfrentamento ao avanço da Covid-19 na região Oeste, o Governo do Pará adquiriu já 500 cilindros, com 10 metros cúbicos de oxigênio medicinal comprimido. Os municípios próximos à divisa com o Estado do Amazonas, que registram alta de casos, estão sendo priorizados.

O transporte dos cilindros por meio fluvial é uma das estratégias adotadas na região

Rapidez e eficiência – A carga chegou durante a madrugada de terça-feira, e imediatamente foi posta em prática a logística para que, ainda hoje, esse material fosse encaminhado aos municípios. Em Santarém, o transporte ficou por conta do efetivo formado por integrantes do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, Polícia Militar, Exército Brasileiro e funcionários da Infraero (Empresa de Infraestrutura Aeroportuária).

Toda a logística foi planejada para garantir que os cilindros chegassem tanto a Santarém quanto aos municípios em tempo recorde, para atender à crescente demanda. Os últimos cilindros chegarão ao final da noite de hoje, ao município de Juruti, já na divisa com o Amazonas.

Pela manhã, o caminhão seguiu para o Porto Hidroviário de Santarém, onde todos os cilindros foram descarregados. A distribuição foi feita por três lanchas rápidas, fornecidas pela mineradora Alcoa Juruti, e também por via terrestre.

O secretário Regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto, enfatizou que o Estado não tem medido esforços para ajudar os municípios a conter a segunda leva de contágio pelo novo coronavírus.

“Isso vai ajudar a salvar muitas vidas. Graças a Deus, essa ação antecipada, preventiva no combate direto à pandemia da Covid-19 por parte do Governo do Pará e seus parceiros, tem resultado muito positivo. A parceria do governo com todos aqueles que foram responsáveis em fazer chegar até o último cilindro na região é muito importante”, destacou o secretário.

Reforço – Na última terça-feira (19), o governo do Estado encaminhou caminhões com 159 cilindros de oxigênio para Santarém. Os cilindros foram distribuídos os municípios de Oriximiná (79), Terra Santa (30), Faro (20) e Juriti (30), em caráter preventivo.

Atualmente, o Pará tem uma capacidade de produção de oxigênio superior a 58 mil metros cúbicos diários, o que atende à demandas dos 144 municípios.

Texto: Ana Thaynara/Secom

Fotos: Alex Ribeiro/Ag.Pará

Você pode gostar...