Em projeto terapêutico, pacientes do Hospital Galileu realizam o plantio de mudas de árvores

Pacientes internados no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, realizaram o plantio de mudas de árvores e plantas. Além de fazer alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado neste sábado (05), a iniciativa proporcionou um momento terapêutico e de distração aos pacientes em tratamento.

Seguindo os protocolos de higiene e distanciamento social, os participantes colocaram a mão na massa, ou melhor, na terra. Sob orientação de um jardineiro profissional, foram repassadas dicas e orientações sobre o plantio e cuidados com as mudas.

Cristian da Conceição, de 31 anos, internado há 24 dias na unidade, escolheu uma muda de roseira. Ele foi o primeiro a participar e fazer o plantio. “Nós ficamos muito tempo dentro da enfermaria. Sair e fazer uma atividade como essa é bem legal”, disse Cristian.

Maria Lene, 38 anos, está internada há um mês no HPEG e fez questão de participar do momento. “É a primeira vez que planto uma árvore, gostei muito”, revelou animada.

Para a psicóloga Lohana de Paula, são diversos os efeitos positivos deste tipo de atividade no ambiente hospitalar. “Entendemos que o processo de internação exige cuidados não só físicos, mas também emocionais. Plantar também pode ser considerado uma forma de terapia, onde o paciente terá um momento de lazer e até mesmo de concentração”, explicou.

“Conforme a necessidade e condição de cada paciente, conseguimos tirá-lo de seu leito para fazer algo diferente do que já é rotina para ele. Atividades como a musicoterapia, oficinas terapêuticas e Cine Galileu que desenvolvemos aqui na unidade são essenciais para a melhorar o humor e, consequentemente, o processo de recuperação dos pacientes”, acrescentou a psicóloga.

Sobre o projeto musicoterapia, citada pela profissional, músicos voluntários realizam apresentações aos pacientes. Já o Cine Galileu é um projeto que leva sessões de filmes para pacientes e acompanhantes nas enfermarias do hospital.

No caso das mudas plantadas pelos pacientes, elas ficarão no jardim da unidade. Em breve, serão instaladas pequenas placas com o nome de cada paciente, simbolizando sua participação no plantio.

Ações sustentáveis no HPEG  – Na semana em que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, o HPEG enfatiza a importância da sustentabilidade, um dos seus princípios institucionais. A unidade investe continuamente em iniciativas elaboradas para o desenvolvimento social, ambiental e financeiro.

Projetos como oficinas realizadas em escolas próximas ao hospital, criação de uma academia sustentável para pacientes, ou ainda o projeto ‘Próximo Passo’, que confecciona calçados adaptados para pacientes em tratamento de alongamento ósseo, são exemplos de práticas sustentáveis e preservação ambiental adotadas na unidade.

“Acreditamos que o segredo é a interação do setor de manutenção com os profissionais da assistência, promovendo a possibilidade de desenvolver ideias inovadoras, que contribuem para alcançarmos os três pilares da sustentabilidade: econômico, social e ambiental”, ressaltou Joabe Lopes, coordenador de apoio do HPEG.

Em 2019, o Hospital Galileu conquistou o prêmio internacional ‘Health Care Climate Challenge’. A unidade foi uma das cinco instituições nacionais vencedoras do Desafio do Clima pela Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis, além de ser reconhecida na categoria de Redução de Gases do Efeito Estufa (não energia), entre 117 unidades de saúde em todo o mundo.

Texto: Rafaela Palmieri/HPEG

Você pode gostar...