Estado discute parceria com Hospital 9 de Abril para mutirão de cirurgias gerais

O secretário Henderson Pinto (e) conduziu a discussão das novas estratégias de saúde

Representantes da Secretaria Regional de Governo do Oeste do Pará e da 9ª Regional de Saúde, vinculada à Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), traçaram estratégias visando melhorar os serviços oferecidos à população da Calha Norte do Rio Amazonas, em reunião realizada nesta sexta-feira (11), na Secretaria Regional de Governo. Uma das propostas é que o Hospital 9 de Abril na Providência de Deus, localizado em Juruti, referencie pacientes dos municípios da região para realizar mutirões de cirurgias gerais, a fim de diminuir a fila de espera.

Os participantes definiram detalhes dos mutirões, previstos já para o mês de julho, informou a coordenadora de Saúde da Secretaria Regional de Governo do Oeste, Talita Liberal Cunha. “Hoje, nos reunimos com o frei Afonso, novo diretor do Hospital 9 de Abril, em Juruti, junto com a equipe da 9ª Regional da Sespa, a diretora-geral Aline Cunha, a diretora de Regulação, enfermeira Nelma Costa, e o secretário Henderson Pinto, para tratar do processo de mutirão de cirurgias em fila zero na região da Calha Norte, a serem executados no Hospital 9 de Abril. Discutimos sobre a capacidade de instalação do Hospital para realizar esses mutirões de cirurgias, igual estamos fazendo no Fila Zero, e assim continuar nosso trabalho para reduzir a espera dos pacientes que precisam realizar cirurgias”, explicou a coordenadora.

Ela informou ainda que a Sespa e a Secretaria Regional de Governo do Oeste estão articulando a possibilidade de um mutirão específico para pacientes oftalmológicos do Baixo Amazonas, uma vez que a demanda é grande na região e o Hospital 9 de Abril tem  capacidade técnica para realizar as cirurgias.

“O secretário Henderson Pinto vai pleitear ao governo do Estado esse contrato para que o Hospital 9 de Abril possa fazer mutirão de cirurgia oftalmológica para moradores de toda a região do Baixo Amazonas, não só da Calha Norte. Na reunião, o frei Afonso trouxe a palavra do frei Francisco, que é o presidente da Associação Lar São Francisco de Assis, de apoiar com parcerias as ações de saúde do governo do Estado”, adiantou Talita Liberal Cunha.

O diretor do Hospital 9 de Abril, frei Afonso Obici, participou da reunião

Regionalização – Outro ponto discutido foi a regionalização do Hospital 9 de Abril, uma vez que a unidade é referência na região, adiantou o secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto. Segundo ele, a “unidade é uma referência técnica estadual para a região da Calha Norte, então seria um ganho gigantesco em termos de assistência para a população, uma vez que o Hospital 9 de Abril tem capacidade para atender média e alta complexidade, com 55 leitos clínicos, serviço de hemodiálise para renal agudo, tem tomografia, mamografia e outros serviços. O governo do Estado já celebrou um contrato para cirurgia geral e serviço de ambulatório. Agora, nós vamos intensificar esse processo”, disse Henderson Pinto.

“Há algum tempo existe uma tratativa junto com o governo do Estado para que haja uma regionalização daquele Hospital. Foram feitos investimentos para a ampliação de leitos, e no início deste ano o nosso Hospital se tornou referência para o atendimento emergencial dos pacientes com Covid. Agora, com o término do convênio e a diminuição dos casos na região, nós estamos buscando essa continuidade da parceria com o governo do Estado, para que a gente possa oferecer a estrutura do Hospital para atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde) aos pacientes. Na reunião de hoje nós tratamos do Projeto Fila Zero. O Hospital tem a perspectiva de aderir a esse projeto do governo do Estado, de diminuição das filas. Também nós podemos oferecer a estrutura do Hospital para o atendimento dos municípios da região”, informou o diretor da unidade, frei Afonso Obici.

Texto: Ronilma Santos /SRBA

Fotos: Divulgação

Você pode gostar...