Governo atualiza para amarelo o bandeiramento das regiões Xingu e Marajó Ocidental

Após reunião do Comitê Técnico e Científico, realizada na noite desta quinta-feira (20), em Belém, o governador Helder Barbalho informou, por meio das suas redes sociais, que as regiões do Xingu e do Marajó Ocidental que, até o momento, seguiam em bandeiramento laranja, avançam à coloração amarela, de risco intermediário, a partir desta sexta-feira (21).

“Nós estaremos mudando a coloração do bandeiramento das regiões do Xingu e do Marajó Ocidental que, neste momento, estão em coloração laranja, de risco médio, para amarelo. Portanto, com isto, continuarão com o bandeiramento laranja apenas a região de Carajás e a região do Araguaia. Todas as demais regiões do Estado passam a estar com o bandeiramento amarelo, o que demonostra que nós estamos superando esta segunda onda”, disse o chefe do Executivo.

Ainda de acordo com Helder Barbalho, o levantamento apresentado pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) demonstra, em todo o Estado, uma tendência de queda na demanda por leitos exclusivos para pacientes da Covid-19, assim como na pressão sobre o sistema de saúde.

No momento do anúncio,  ocupação de leitos clínicos no Pará era de quase 48,6%, enquanto o índice nos leitos de UTI estava em 71,3%.

“Recebemos os dados que, graças a Deus, demonstram que todas as regiões do estado estão com redução e tendência de queda, tanto no nível de infecção, quanto na projeção de pressão sobre os leitos hospitalares. Lembrando que estes números estão sob controle, em um percentual de ocupação absolutamente razoáveis, mesmo quando nós já estamos reduzindo a oferta, para garantir que leitos de UTI, por exemplo, possam estar atendendo a outras enfermidades, mudando o perfil hospitalar e retomando a oferta para diversas outras demandas de saúde, que nós precisamos ter atenção por todo o Pará”, reforçou o governador.

Participaram da reunião, também, o procurador-geral do Estado, Ricardo Sefer, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Uálame Machado, e a secretária de Comunicação, Vera Oliveira. Da Secretaria de Saúde (Sespa), estiveram presentes o titular Rômulo Rodovalho, o secretário adjunto de Gestão, Sipriano Ferraz, o secretário adjunto de Gestão Administrativa, Ariel Dourado Sampaio, e o diretor de Vigilância em Saúde, Denilson Júnior.

“Temos que continuar atentos, usando máscara, nos protegendo e, acima de tudo, atenção ao calendário de vacinação para que, chegando vacina e, vocês estando no grupo de cobertura, possam ir se vacinar e com isso estejam imunizados. Isto não pode ser interpretado achando que acabou a pandemia”, finalizou Helder Barbalho.

Texto: Barbara Brilhante/PGE
Foto: Jader Paes/Ag.Pará

Você pode gostar...