Governo do Pará reforça estratégia de atenção básica no combate à Covid-19 no Marajó Oriental

Nova estratégia foi acertada nesta quinta (18), durante videoconferência com o governador Helder Barbalho

Após uma videoconferência realizada entre o governador Helder Barbalho e prefeitos da região do Marajó Oriental, na manhã desta quinta-feira (18), definiu-se uma nova estratégia de combate à Covid-19, priorizando o reforço da atenção básica, com fornecimento de medicamentos, testagem rápida e profissionais da área da saúde, em relação à instalação do hospital de campanha de Soure, que havia sido conveniado anteriormente.

O prefeito da cidade, Guto Gouvea, frisou a importância do ajuste. “Estamos aqui com o governador, combinando uma nova estratégia de combate ao novo coronavírus aqui na nossa região Oriental do Marajó. É um combate mais da área preventiva, com convênios. Ao invés do hospital de campanha, termos tratamento diretamente para a população com médico, remédios, testes rápidos e um apoio aéreo, para estarmos chegando com nosso paciente, se necessário for, ser encaminhado para Belém, garantindo essa vaga para os hospitais públicos da nossa capital”, afirmou Guto.

O Marajó já conta com um hospital de campanha desde abril, como pontuou o governador Helder Barbalho.

“Desde o início da pandemia, o governo do Estado adotou a estratégia de descentralizar o atendimento por todas as regiões do Pará. Dentre estas ações, os hospitais de campanha foram fundamentais e continuam sendo. E particularmente para a região do Marajó, nós já estamos com o hospital de campanha há cerca de três meses no município de Breves, para atender o Marajó Ocidental” – Helder Barbalho, governador do Pará.

A população do Marajó Oriental, que inclui cidades como Soure, Salvaterra, Ponta de Pedras, Muaná, São Sebastião da Boa Vista, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, tem sido atendida pelos hospitais de Belém, pela proximidade com a capital, e inclusive com disponibilização de aviões e helicóptero dotados de UTI Aérea.

“Em face à necessidade desta descentralização, nós oferecemos a instalação de um hospital de campanha em Soure para não necessitar do deslocamento para a capital. Tive a oportunidade de conversar com os prefeitos, há uma clara demanda de que, nesse momento, mais importante do que um hospital de campanha é que nós possamos ajudar com medicamentos, médicos, testagem para a população. Com isso, nós estamos reforçando a nossa estratégia da atenção básica, para fortalecer o combate ao coronavírus”, anunciou Helder Barbalho.

Texto: Dayane Baía/Secom

Foto: Raul Lima/Ag. Pará

Você pode gostar...