Grupamento Aéreo segue com segundo dia de distribuição de vacinas para três regiões do Pará

Técnico organiza isopores com imunizantes, conforme logística de entrega do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp)

Neste sábado (29), o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), que compõe a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), dá prosseguimento ao segundo dia de distribuição de vacinas contra a covid-19. Duas aeronaves foram empregadas para levar imunizantes para regiões do Marajó, Baixo Amazonas e Sudoeste Paraense.

Iniciada ontem (28), está é a décima segunda fase da operação de logística das vacinas, uma parceria entre Segup e Secretaria de Saúde do Estado (Sespa). Os imunizantes fazem parte da remessa que chegou a Belém na última quarta-feira (26) e que serão entregues aos municípios do interior do Estado.

Serão transportadas, ao todo, 94.875 doses de imunizantes. Parte dessas doses serão entregues até o final da manhã de hoje (29), nos municípios de Afuá, no arquipélago do Marajó; Santarém, no Baixo Amazonas; e Altamira, no sudoeste paraense.

A 12ª fase de entrega dos imunizantes aos municípios paraenses utiliza cinco aeronaves. São três aviões e dois helicópteros.

A 12ª fase utilizará, até o final do transporte, cinco aeronaves: três aviões e dois helicópteros. As doses com os imunizantes seguem para os centros regionais, de onde são deslocados por meio terrestre, com apoio de equipes da Sespa e também pelas vias fluviais, com o apoio do Grupamento Fluvial de Segurança (GFlu), também vinculado à Segup.

De acordo com o diretor do Grupamento Aéreo de Segurança, Coronel Armando Gonçalves, o mau tempo tem sido o maior desafio nessas operações de logística. “A partir de análises feitas via satélite podemos acompanhar o avanço das nuvens que se originam no oceano e deslocam-se para o continente, daí fazemos análises para a verificamos a viabilidade da operação”.

No domingo (29), encerra o último dia de transporte com os imunizantes levados para Conceição do Araguaia e Marabá. O tempo total empregado nos três dias de transporte das vacinas é de 20 horas e 30 minutos.

Texto: André Macedo/Segup

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...