Mais de 100 pacientes de Covid-19 recebem alta no Hospital de Campanha de Santarém

A emoção marca o reencontro de pessoas recuperadas da doença com seus familiares

Reaberto pelo Governo do Pará para reforçar a rede pública de saúde na região Oeste, o Hospital de Campanha de Santarém contabiliza, até esta terça-feira (23), 111 altas médicas de pacientes de Covid-19. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital de Campanha de Santarém está com 38 pacientes internados, sendo um em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Entre os 174 pacientes já atendidos após a reabertura da unidade em uma escola, o Hospital transferiu 19 para outras unidades e 111 receberam alta médica. Uma das pacientes já liberadas é a professora Maria Auxiliadora Baranda, 67 anos, que ficou sete dias na enfermaria. “Eu fui muito bem atendida no Hospital de Campanha, depois que fui transferida da UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Os medicamentos eram dados no horário certinho, e quero destacar o trabalho da enfermeira Rosiane, que foi muito prestativa e amorosa comigo”, contou Maria Auxiliadora.

Profissionais do Hospital comemoram a volta para casa das pessoas recuperadas

Segundo a aposentada Ana Ferreira da Silva, que ficou 12 dias internada no Hospital de Campanha, quem sentir algum sintoma da Covid deve procurar ajuda ainda nos primeiros dias. “Meu tempo de internação durou quase duas semanas, e o atendimento médico rápido fez toda a diferença na minha recuperação”, afirmou.

No Hospital de Campanha de Santarém, até esta terça-feira, a taxa de ocupação dos leitos clínicos chegava a 66%, enquanto a taxa de ocupação da UTI estava em 25%.

Retaguarda – De acordo com o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, o Hospital de Campanha de Santarém é um importante equipamento de saúde montando dentro de uma estratégia para conter o avanço da Covid na região, principalmente de novas cepas (variantes), devido à proximidade com o Estado do Amazonas, o que estava sobrecarregando o sistema de saúde dos municípios da Calha Norte do Rio Amazonas.

A reabertura do Hospital de Campanha é uma das estratégias de combate à Covid no Oeste do Pará

“Nós conseguimos, em parceria com a Prefeitura de Santarém, remontar o Hospital, que hoje está prestando atendimento a toda a região como equipamento de retaguarda. Foi uma importante conquista esse equipamento, e ficamos muito felizes de ter surtido efeito a estratégia estabelecida para a região, e que tem dado o suporte necessário aos pacientes acometidos pela Covid-19”, explicou o secretário.

Estrutura – O Hospital de Campanha de Santarém foi reinstalado pelo Estado na Escola Maria Uchoa Martins, no bairro Floresta, a 800 metros do Hospital Regional do Baixo Amazonas, referência no atendimento de casos de média e alta complexidade.

A unidade tem 60 leitos clínicos, sete enfermarias – cada uma com sete leitos; uma enfermaria com 16 leitos; uma sala de estabilização, com quatro leitos; posto de enfermagem; farmácia; almoxarifado; espaço para médicos e profissionais de enfermagem; uma sala do Núcleo Interno de Regulação; necrotério; sala de paramentação; refeitório; cozinha; setor administrativo; vestiários feminino e masculino; sala de descanso da equipe; departamento de pessoal; expurgo, e áreas psicossocial e de resíduos.

Texto: Kátia Aguiar/Setran

Você pode gostar...