Nota de Informativa – Coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) esclarece que não há registro de casos suspeitos de Coronavírus (Covid-19) no território paraense.

Ainda em janeiro, a SESPA criou um Comitê Técnico com a finalidade de elaborar o Plano Estadual de Contingência para o enfrentamento do Coronavírus e para preparar o sistema de saúde para a prevenção, detecção precoce e tratamento de eventuais casos.

Neste momento o Estado segue seu Plano de Contingência, que esta em conformidade com Código Sanitário Internacional e as orientações do Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde.

É importante salientar que as autoridades sanitárias, em todos os níveis – municipal, estadual e federal, estão absolutamente alinhadas e adotando todas as providências adequadas ao enfrentamento do Coronavírus, estando preparadas para os eventos futuros.

Pessoas oriundas de países com circulação local e com mais de 5 casos transmitidos em seu próprio território, conforme nova e ampliada definição de “caso suspeito” adotada pelo Ministério da Saúde no dia 24 de fevereiro deverão ter cuidados redobrados pela Vigilância nos portos, aeroportos e fronteiras com a finalidade de identificação precoce de possíveis casos suspeitos. A partir deste momento, num trabalho integrado da Anvisa com o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Pará (Cievs/Sespa) e a rede se referência definida, os casos serão investigados para confirmação ou não, acompanhamento e eventual tratamento e outras medidas sanitárias.

Quanto ao óbito do senhor D. A.S., Indiano, de 45 anos de idade que estava a bordo do Navio de carga “CHAMCHURI NAREE”, de bandeira Tailandesa, ancorado no distrito de Mosqueiro-PA, a Sespa informa que o corpo foi submetido à necropsia no dia de hoje.

Os procedimentos ocorreram no IML, com acompanhamento de técnicos da Vigilância da Sespa e do SVO.

Além das coletas de amostras usuais de tecidos e órgãos, foram realizadas coletas específicas para eventual descarte de caso como resultante de Covid-19.

Oportunamente os laudos e testes serão divulgados, para o que se estima um prazo de 72h.

Importante ressaltar ainda que por ocasião da vistoria no Navio realizada no dia de hoje pela Anvisa e Cievs/Sespa, não foram Identificados ou relatados problemas respiratórios ou sinais e sintomas como febre e tosse ou qualquer outro eventualmente sugestivo de uma síndrome gripal dentre os demais tripulantes do navio, que permanecem a bordo.

Sinais de caso suspeito – De acordo com o Ministério da Saúde, é considerado caso suspeito de infecção humana pelo (Covid-19) o indivíduo que apresentar:

1- Febre e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais, entre outros), e histórico de viagem para área com transmissão local (vide nova relação de países divulgada pelo Ministério da Saúde em 24 de fevereiro), de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas;

2- Histórico de contato próximo de caso suspeito para o Coronavírus (Coe/Covid-19), nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas;

3- Contato próximo de caso confirmado de Coronavírus (Coe/Covid-19) em laboratório, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas.

Todos os casos suspeitos de Coronavírus devem ser notificados de forma imediata (até 24 horas) pelos profissionais de saúde responsáveis pelo atendimento, às Vigilâncias Municipais ou ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde Estadual (Cievs/PA) pelo telefone (91) 99179-1860 ou pelo e-mail: cievs@sespa.pa.gov.br.

 

Tomaz Brito

Tomaz Brito - Funcionário do GT Contratos e Convênios SESPA

Você pode gostar...