Nutricionistas esclarecem dúvidas sobre alimentação durante a pandemia

Rahilda Tuma, coordenadora estadual de Nutrição

Para esclarecer dúvidas sobre alimentação saudável durante a pandemia de Covid-19 e os alimentos específicos que podem, de alguma maneira, contribuir para a prevenção e recuperação da Covid-19, um grupo de nutricionistas, pesquisadoras do Projeto Enfrentamento e Controle da Obesidade no Âmbito do SUS no Pará, financiado pelo Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), disponibilizou uma série de perguntas e respostas para orientar a população paraense neste momento.

De acordo com a coordenadora estadual de Nutrição, Rahilda Tuma, “uma alimentação saudável vai muito além de simplesmente nos manter saciados, ela garante uma boa nutrição e o funcionamento adequado do corpo, assegurando a manutenção da saúde e a prevenção de muitas doenças, que aumentam o risco de complicações da Covid-19, como diabetes, hipertensão e obesidade”.

Portanto, para a nutricionista, o cenário atual requer cuidado redobrado com a higiene pessoal e do ambiente, mas não se pode esquecer da necessidade de manter boas condições nutricionais, por meio do consumo adequado de alimentos saudáveis e água potável, além do banho de sol diário. “Pois esse conjunto de medidas contribui para o fortalecimento do sistema imunológico, e consequentemente para a manutenção e a recuperação da saúde”, afirmou a nutricionista.

Entretanto, conforme Rahilda Tuma, neste período de isolamento social, em que a rotina diária foi desacelerada e readaptada, o grande desafio é se manter saudável enquanto se fica em casa.  “Isso gera grande ansiedade e avidez por informações referentes à Covid-19 e maior exposição à grande profusão de fake news, que levam a interpretações e decisões inadequadas e até prejudiciais à sua saúde e da sua família”, alertou.

Segundo Rahilda Tuma, na área mais específica da alimentação, as dúvidas são muitas e todos acham que podem orientar uns aos outros. “Correm atrás de um alimento ou uma receita milagrosa para se proteger, e até ao extremo de afirmar que há alimentos capazes de curar a Covid-19”

Preocupado e atento a isso,  foi que o grupo formado por Rahilda Tuma, e as nutricionistas Thaís Granado do Hospital Ophir Loyola (HOL) e Universidade Federal do Pará (UFPA); Giovana Sousa (autônoma); pela  acadêmica de Nutrição da UFPA, Bárbara Siqueira e pela professora de Nutrição da Universidade Federal do Pará (UFPA), Daniela Gomes Lopes, decidiu responder a alguns dos principais questionamentos da população sobre o assunto, considerando que, neste momento, as consultas presenciais com o nutricionista na rede pública de saúde foram suspensas ou adiadas, ressaltando, no entanto, que nada substitui o atendimento dietético presencial.

O trabalho teve início com o levantamento sobre as principais dúvidas que as pessoas têm sobre a alimentação neste período de distanciamento social. Para isso, foi realizada uma enquete: “Se hoje você pudesse conversar ou ter uma consulta com um nutricionista, o que perguntaria a ele?”. A pergunta foi enviada, por cada uma das pesquisadoras, via WhatsApp, para a lista de contatos de pessoas que não fossem nutricionistas nem acadêmicos de nutrição.

As perguntas coletadas na enquete foram selecionadas, separadas por tema e respondidas com base em artigos e evidências científicas atuais e o resultado está disponível para consulta aqui neste link:

Alimentação e Nutrição em Tempos de Pandemia

Caso as suas dúvidas não tenham sido respondidas, envie as perguntas para https://www.instagram.com/coordenanutripa/ ou para o WhatsApp (91) 99103-4279, que o grupo tentará responder.

Texto: Roberta Vilanova/Sespa

Você pode gostar...