Órgãos fiscalizadores reúnem para tratar sobre planejamento e fiscalização de decreto em Santarém

Na tarde desta terça-feira (16), representares de órgãos fiscalizadores e da Sespa reuniram para traçar estratégias de combate à pandemia ocasionada pela Covid-19, em Santarém. O objetivo da reunião foi discutir o planejamento e fiscalização do decreto, além do trabalho de conscientização da população.

A Vigilância Sanitária iniciou pontuando o trabalho que vem sendo feito desde a última sexta-feira (12), quando a equipe do Estado chegou ao município. A coordenadora pontuou diversas situações e também a necessidade de que todos os órgãos possam agir juntos de forma estratégica.

“Essa reunião de integração, entre os órgãos fiscalizadores, é justamente para que possamos agir juntos, em frentes concentradas, estabelecendo ações mais restritivas para cobrar o que o decreto estabelece. Isso vai ajudar a refletir na diminuição de pacientes que precisam ser internados em Santarém”, explicou Milvea Carneiro, Diretora da Vigilância Sanitária da Sespa

Trabalho de Conscientização – Polícias Militar e Civil e o Corpo de Bombeiros falaram sobre as ações de fiscalização que realizam em toda região do Baixo Amazonas. A principal discussão ainda é com a aceitação da população em respeitar o decreto e cumprir o lockdown.

O comandante regional explicou que, mesmo indo para segunda semana, as pessoas ainda não estão agindo de forma consciente. A fiscalização existe, mas a consciência da população é mais importante e eficiente.

“A fiscalização está ocorrendo desde o início, mas a aceitação e o cumprimento do decreto por parte da população ainda é baixo. Estamos fiscalizando, estamos aplicando multas, mas as pessoas continuam saindo de casa de forma desnecessária. É importante a conscientização, que é algo mais eficaz”, disse o comandante do Comando de Policiamento Regional, Coronel Maués.

Um dos principais assuntos discutidos foi com relação a permanência do lockdown e a taxa de contaminação na região do Baixo Amazonas. O Secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto, explicou que foi pedido ao município que o decreto se estendesse por mais alguns dias, justamente como estratégia para que o avanço da doença fosse controlado.

“Nós pedimos à prefeitura que esse decreto fosse estendido, principalmente nesse feriado do Carnaval. Mas, nossa principal estratégia, que precisa ser trabalhada no momento, é a conscientização da população. Essa reunião aqui é justamente para tratarmos sobre o planejamento de fiscalização, mas também para reforçarmos o trabalho de conscientização. Reforçamos que é necessário que a população continue tendo todos os cuidados possíveis usando máscara, higienização as mãos, mantendo o distanciamentos social para que a gente possa vender juntos à pandemia da Covid-19”, ponderou o secretário.

Participaram da reunião representantes do Centro Regional de Governo; Secretaria de Estado de Saúde; Vigilância Sanitária do Estado; Polícia Militar; Polícia Civil; Corpo de Bombeiros; Detran; Centro de Perícias Renato Chaves; Arcon; e Secretaria Municipal de Saúde.

Texto: Ana Thaynara/Secom

Você pode gostar...