Pacientes recuperados aprovam atendimento no Abelardo Santos

Rubens Moraes da Costa, 75, passou 16 dias internado na unidade de saúde. “Fui atendido na hora que precisei”

“Que Deus cuide dos enfermeiros, porque sem eles nós não somos nada. Eu fui atendido na hora que precisei. A mensagem que eu deixo é que todos os pacientes sejam curados; a doença não é fácil”. O depoimento emocionado de Rubens Moraes da Costa foi compartilhado durante a saída dele do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci, em Belém, após 16 dias de internação devido à Covid-19. O idoso de 75 anos faz parte do grupo considerado mais frágil para a doença. Mesmo assim, com a assistência adequada no “Abelardo Santos”, conseguiu se recuperar. A gratidão pela forma como ele foi tratado foi externada pela família. “Quando eu entrava em contato com meu pai, ele sempre dava boas referências da equipe”, garantiu Cleber Costa, filho de Rubens.

Outra notícia que renova as esperanças foi dada a Suelen de Fátima Barbosa Lima. “Minha mãe ficou internada por 10 dias. O início foi difícil pra gente, mas o tratamento dado a ela pelos enfermeiros e médicos foi ótimo. Com o passar dos dias, minha mãe foi muito bem atendida, e agora está saindo com saúde pra ir pro lar”, contou Suelen, que soube da alta da mãe nesta quarta-feira (29).

Elinalva Fátima Barbosa Lima elogiou o esforço da equipe de saúde do Albelardo Santos

Durante o período em que ficou internada, Elinalva Fátima Barbosa Lima comprovou todo o esforço da equipe para a recuperação dos pacientes. “Aqui a gente vê luta, vê atendimento de verdade. Eu peço a Deus que dê forças para que eles consigam cuidar de todos os pacientes. Agora estou feliz por poder ver filho, netos, marido, mãe. Muito obrigada!”, agradeceu Elinalva, que se junta às centenas de pessoas que já conseguiram vencer o novo Coronavírus no Pará.

Portas abertas – E para continuar aumentando o número de recuperados da doença, o governo do Estado decidiu que, a partir das 13 h desta quinta-feira (30), o Hospital Regional Dr. Abelardo Santos passará a atender pacientes com sintomas de Covid-19 sem precisar de encaminhamento, no regime conhecido por “de portas abertas”, a fim de oferecer o acesso ao atendimento às pessoas que apresentam sintomas de aguda respiratória aguda.

O governador Helder Barbalho explicou que “esta iniciativa vem para fortalecer e permitir o atendimento à população. O Pronto-Socorro contará com um ala de observação de 15 leitos, quatro consultórios de pré-consulta, oito consultórios para atendimento, 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 75 leitos clínicos de enfermaria. Isso tudo para reforçar o sistema”.

Texto: Ronan Fria/Cohab

Fotos: Maycon Nunes/Ag.Pará

Você pode gostar...