Policlínica Itinerante chega a mais bairros de Belém com novo horário

Belém, Pará, Brasil. POLI ITINERANTE CONJ. PEDRO TEIXEIRA – 20/07/2020 – Foto: Ricardo Amanajás / Ag Pará

A partir desta segunda-feira (20), o horário de atendimento da Policlínica Itinerante que percorre bairros da Região Metropolitana de Belém passa a ser de 8h30 às 15h30. Somente os serviços oferecidos no interior do Estado e no Hangar, ao lado do Hospital de Campanha, continuam funcionando até 17h30.

Segundo a coordenadora do projeto, Alessandra Amaral, depois de percorrer 26 bairros da capital paraense e outros 17 em Ananindeua, constatou-se queda na demanda. “Fizemos uma reavaliação que nos levou a decidir pelo ajuste nesse horário, passando a encerrar duas horas antes”, explica.

A Policlínica Itinerante chegou, nesta segunda, à Escola Estadual Escola Dilma de Souza Catete, no bairro do Coqueiro, e recebeu 60 pacientes. Também recebem os serviços as escolas Santo Afonso, no Telégrafo; Cidade de Emaús; e Professor Antônio Goldim, na Cidade Nova. Nos quatro locais, o atendimento vai até quinta-feira (23).

A coordenadora do projeto, Alessandra Amaral: é importante manter a prevenção

Os serviços são uma opção imediata para quem apresenta sintomas iniciais do novo coronavírus. “Desde que o paciente entra e passa pela triagem, tem a pressão arterial medida, bem como a oxigenação do sangue e a temperatura. O médico verifica a necessidade de exames complementares como raio-x e tomografias, e temos testes rápidos e PCR. Dependendo da avaliação, recebe a prescrição médica e em uma farmácia montada lá mesmo recebe a medicação para tratar em casa, evitando o agravamento”, diz Alessandra.

Rapidez – A pensionista Ângela Farias dos Santos, 62, ficou sabendo que a Policlínica estaria no seu bairro. Com dor nas costas, coriza e dor de garganta, procurou pela assistência. Saiu com os remédios e o diagnóstico positivo. “Fui recebida de forma muito tranquila, nem precisei esperar, tudo muito bom mesmo”, avaliou. Andreza do Socorro Santos Pereira foi uma das atendidas no Coqueiro. “Saindo com a medicação depois de ser muito bem acolhida na triagem, na consulta”.

Para a administradora de empresas Andreia Pereira, oferecer ajuda médica nos bairros é uma iniciativa positiva do governo do Estado. “Profissionais de primeira qualidade. Ver a dedicação e a preocupação deles em um momento tão crítico nos dá esperança de que esse é um problema que tem jeito”, frisou.

A coordenadora da Policlínica Itinerante reforça que, mesmo com o serviço garantido, o momento é de focar na prevenção. “Não podemos relaxar, aglomerar, e sim evitar sair de casa sem necessidade. Sabemos que, mesmo em julho, que é o mês das férias, os cuidados são os mesmos. É preciso lavar as mãos, usar álcool e máscara. Estamos entregando kits de higiene bucal para também fazer essa prevenção. O vírus ainda está no Estado”.

Texto: Carol Menezes/Secom

Fotos: Ricardo Amanajás/Ag. Pará

Você pode gostar...