Policlínicas itinerantes atenderam mais de 14 mil pessoas no combate à Covid-19, no interior

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) concluiu nesta quinta-feira, 06, nos municípios de Santa Maria e Terra Alta, o ciclo de atendimentos realizados pelas policlínicas itinerantes pelo interior do Estado, com 14.420 mil pessoas atendidas em 61 municípios de todas as regiões do Pará, nos últimos dois meses, por ocasião da segunda onda da pandemia.

As ações estão entre as frentes de atendimento do segmento das policlínicas, que são medidas tomadas pelo Governo do Estado para garantir o atendimento de casos suspeitos, leves e moderados da Covid-19 e de outras síndromes gripais, evitando o agravamento da doença e a internação hospitalar.

Para o secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho, o advento das policlínicas teve novamente a adesão da população em 2021, que buscou por atendimento médico e realizou testes. “Quem testou positivo para Covid recebeu a medicação para dar seguimento ao tratamento em isolamento domiciliar. Isso impactou na evolução dos quadros e evitou que muitas pessoas fossem internadas”, explica o titular da Sespa.

Na frente estratégica pelo interior do Estado, em ações realizadas entre 06 de março e 06 de maio deste ano, a Policlínica Itinerante esteve em três distritos da capital – Outeiro, Cotijuba e Mosqueiro – e nos municípios Santa Bárbara, Marituba, Santa Izabel, Santo Antônio do Tauá, Colares, Vigia, São Caetano de Odivelas, Bujaru, Acará, Igarapé-Açu, São Domingos do Capim, Maracanã, Curuçá, Marapanim, Terra Alta, Capanema, Tracuateua, Bragança, Augusto Corrêa, Viseu, Dom Eliseu, Ulianópolis, Paragominas, Ipixuna do Pará, São Miguel do Guamá, Santa Maria, Tailândia, Moju, Igarapé-Miri, Abaetetuba, Barcarena, Altamira, Placas, Rurópolis, Trairão, Itaituba, Uruará, Baião e Mocajuba.

As itinerantes também estiveram em Soure, Salvaterra, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista, Curralinho, Anajás, Portel, Oeiras do Pará, Limoeiro do Ajuru, Cametá, Rio Maria, Floresta do Araguaia, Pau D’Arco, Sapucaia, Água Azul do Norte, Salinópolis, São João de Pirabas, Quatipuru, Primavera, Santarém Novo e Nova Timboteua.

Nesses 61 municípios e nos distritos, foram ofertados serviços à população durante dois dias, somando 14.420 atendimentos. Durante todo esse processo, os profissionais acolheram, consultaram e entregaram medicamentos, quando necessário, a pessoas com sintomas gripais leves e moderados, a fim de evitar agravamento de casos de Covid. “Por mais que o resultado seja negativo para Covid, todos devem continuar mantendo as recomendações de distanciamento social, a higiene constante das mãos com álcool em gel e o uso da máscara”, aconselha o secretário de saúde.

Ele reforça ainda que, mediante o período chuvoso pelo qual o Pará ainda passa, é fundamental que a população evite frequentar ambientes fechados, com pouca circulação de ar e muitas vezes aglomerados. “Essas condições são propícias para transmissão de vírus respiratórios, como é o caso da própria Covid-19”, alertou Rômulo Rodovalho.

Texto: Mozart Lira/Sespa
Fotos: Rodrigo Pinheiro/Ag. Pará

Você pode gostar...