Secretaria Regional de Governo verifica condições de atendimento do Hospital de Juruti

Gestores do Estado, da Prefeitura e da unidade de saúde durante a verificação das condições de funcionamento

A expansão da Covid-19 no município de Juruti, no Oeste do Pará, requer uma atenção ainda maior do governo do Estado pela localização geográfica do município, na divisa com o Estado do Amazonas, que vive um colapso na área de saúde devido ao aumento de casos da doença. Nesta quarta-feira (3), o secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto, esteve no Hospital de Juruti, para ver a situação da unidade, que atende pacientes de Covid não só do próprio município, como de outros da Calha Norte do Rio Amazonas.

“Nós visitamos o Hospital 9 de Abril, aqui em Juruti, acompanhado do frei Mariano, que é o diretor da unidade, o secretário Alex Guedes e o coronel Maués, exatamente para verificar o funcionamento dos 10 leitos de UTI instalados pelo governo do Estado, e de 15 leitos clínicos para pacientes com a Covid-19, a fim de atender a região da Calha Norte. O Hospital está funcionando com uma equipe multiprofissional, e nós viemos a pedido do governador (Helder Barbalho) justamente porque temos buscado acompanhar  a realidade de cada município, para  poder continuar com esse apoio que o governo do Estado tem dado desde o início da pandemia”, disse Henderson Pinto.

Sobre a atual situação da unidade, frei Mariano informou que “nós estamos com 10 leitos de UTI, e nesses 10 leitos estamos com uma ocupação de quatro pacientes. No sistema estadual de regulação nós temos quatro pacientes para serem avaliados pelo nosso intensivista. Também  temos 15 leitos clínicos para Covid e 11 pacientes internados. Nesse momento, estamos aguardando a avaliação de mais dois pacientes, que estão também no sistema de regulação aqui do Oeste do Pará”.

O Hospital recebeu leitos de UTI para atender os pacientes graves de Covid-19

Fechamento – O secretário Especial de Governo de Juruti, Alex Guedes, reiterou a importância do cumprimento do lockdown como medida de prevenção e combate à pandemia. “Assim que o governador Helder Barbalho decretou o lockdown, nós reunimos o comitê de crise e decidimos seguir na íntegra o decreto do governo do Estado, levando em conta a situação crítica pela qual passa Juruti e a região, com o aumento de entubados, contaminados, e o número de transferência aérea”, disse Alex Guedes.

Ele acrescentou que “hoje, estamos recebendo o secretário Henderson Pinto aqui no Hospital 9 de Abril, onde o governador Instalou 10 novos leitos, e estamos trabalhando a possibilidade de aumentar esse número de leitos, se os casos continuarem aumentando”.

Texto: Ronilma Santos/SRGBA

Fotos: Ascom/SRGBA

Você pode gostar...