Sespa altera horário de atendimento à Covid-19 nas policlínicas em Belém

Em Belém, a partir de 1º de maio e pelos sábados seguintes, as policlínicas localizadas no estacionamento do Hangar, no Mangueirinho e no Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) vão passar a funcionar de 8 às 13 horas e manterão o atendimento de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas. Esses pontos não abrirão mais aos domingos.

Medida tomada pelo governo do Estado desde o início da pandemia da Covid-19, as policlínicas têm garantido o atendimento de casos suspeitos, leves e moderados da Covid-19 e de outras síndromes gripais, evitando o agravamento da doença e a internação hospitalar.

O ajuste no funcionamento ocorre devido à contínua diminuição pela procura por atendimentos. “Há 30 dias, pelo menos, sabíamos que ainda não poderíamos alterar a rotina desse serviço. Devemos ter em mente que a doença não foi erradicada, o vírus continua circulando, mas hoje o cenário é outro, quando comparamos o início e o final de abril”, explica o secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho.

Com capacidade para atender diariamente 250 pessoas, o NEL atingiu um pico máximo de 168 atendimentos no dia 05 de abril. Porém tem registrado uma média de apenas 60 atendimentos diários nos últimos seis dias, configurando uma redução de 60% na procura por consultas se comparada ao início de abril.

Foto: Bruno Cecim / Ag.ParaNa Policlínica do Hangar, a média tem ficado em torno de 160 atendimentos diários e a capacidade de atendimento é de até 300 consultas, tal como ocorre no Mangueirinho, que tem registrado índices semelhantes.

Para ser atendido nesses locais, o paciente não precisa de encaminhamento: basta levar um documento de identificação oficial. Na ocasião, é encaminhado à triagem, onde são verificadas a oxigenação do sangue e a pressão arterial. Caso haja necessidade, é encaminhado ao médico de plantão, que solicita os exames complementares e já fornece a receita com os medicamentos indicados para o tratamento dos sintomas.

Todos os testes de RT-PCR são encaminhados ao Laboratório Central do Estado (Lacen). A equipe responsável liga para o paciente para que busque o resultado.

Caso o paciente apresente sintomas mais severos, como falta de ar, a recomendação é que busque atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e prontos-socorros, atrelados às prefeituras, que são a porta de entrada para a assistência à doença.

Para o secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho, as estratégias criadas pelo Governo do Estado, voltadas para o enfrentamento da Covid-19, com o advento das policlínicas, são formas de amenizar as internações hospitalar, por meio da atenção a casos leves e moderados ainda no estágio inicial da doença. “Por mais que o resultado seja negativo para Covid, todos devem continuar mantendo as recomendações de distanciamento social, a higiene constante das mãos com álcool em gel e o uso da máscara”, enfatiza o titular da Sespa.

Ele reforça ainda que, mediante o período chuvoso pelo qual o Pará ainda passa, é fundamental que a população evite frequentar ambientes fechados, com pouca circulação de ar e muitas vezes aglomerados. “Essas condições são propícias para transmissão de vírus respiratórios, como é o caso da própria Covid-19”, alertou.

Com 33.797 mil atendimentos realizados entre 31 de outubro do ano passado e 28 de abril deste ano, a Policlínica Itinerante instalada no estacionamento do Hangar, prossegue atendendo de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h, e aos sábados, de 8h às 13h, com entrada pelo estacionamento e acesso pela rua Brigadeiro Protázio.

Ativados desde 08 de fevereiro deste ano, os atendimentos no NEL prosseguem das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 13 horas. Nesse núcleo, já foram atendidas 10.931 mil pessoas até o dia 28 de abril.

No Mangueirinho, ativado no dia primeiro de março deste ano, já foram atendidas 9.742 mil pessoas até 28 de abril. Nesse ponto, os atendimentos prosseguem das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8h às 13h.

A Sespa também esclarece que a Policlínica Metropolitana, na avenida Doutor Freitas esquina com a avenida Almirante Barroso, em Belém, não está mais atendendo pacientes suspeitos de Covid-19 desde o dia 16 de abril, pois desde então tem retomado o atendimento às demandas dos programas “Pré-Operatório Rápido” e “Pós-Covid”. Nesta segunda-feira, 03, reinicia os serviços ambulatoriais em mais de 40 especialidades.

SERVIÇO

O Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), da Seduc, é na travessa Dom Romualdo de Seixas, nº 1215, entre Oliveira Belo e Diogo Móia. Funciona das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 13 horas.

A unidade do Mangueirinho “Arena Guilherme Paraense” é localizada anexa ao Mangueirão, portão 05, na avenida Augusto Montenegro, S/N, Km 03.  Nesse ponto, os atendimentos prosseguem das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 13 horas.

A unidade da Policlínica Itinerante, no estacionamento do Hangar, na avenida Doutor Freitas com a travessa Brigadeiro Protazio, em Belém, os atendimentos prosseguem das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 13 horas.

Você pode gostar...