Sespa reforça ações de saúde pública junto às prefeituras

O reforço nos estoques de oxigênio foi uma das iniciativas do Estado para apoiar as prefeituras

Desde o começo da pandemia, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), intensificou o planejamento estratégico e logístico para dar apoio às prefeituras paraenses no combate à Covid-19. O Estado tem dialogado constantemente com as secretarias municipais de saúde, contribuindo com a sua expertise estratégica de logística e Gestão Assistencial, principalmente cidades do extremo oeste do Pará, devido a proximidade com o Amazonas, que enfrenta a segunda onda da doença.

“Estamos a quatro dias na região da Calha Norte encabeçando a triangulação estratégica entre o Estado, os municípios e o Governo Federal, analisando e já expandindo a nossa retaguarda de leitos nos municípios de Santarém, Itaituba e Juruti. Aumentamos a nossa frota aérea para transferências, onde hoje já contamos com cinco aeronaves, assim como articulamos junto as empresas fornecedoras de oxigênio as rotas de fornecimento de acordo com as necessidades de cada município. Importante ressaltar que os prefeitos estão sendo muito colaborativos, um ajudando ao outro. Não queremos o pior, mas estamos trabalhando com todos os cenários”, destacou o secretário adjunto de saúde do Estado, Sipriano Ferraz.

A logística de transferência de pacientes também é garantida pelo governo estadual

Um exemplo do planejamento estratégico do Estado foi o recebimento das vacinas contra a Covid-19, que chegaram ao Estado na última terça-feira (19). O plano logístico contemplou os 13 Centros Regionais de Saúde espalhados por todas as regiões do Pará. Em menos de 24 horas os imunizantes foram entregues aos 144 municípios paraenses, seja nas regiões mais próximas, como o nordeste do Estado, seja nos locais de difícil acesso, como Calha Norte e o Marajó. A estratégia de aplicação das doses tem sido executada por cada Secretaria Municipal de Saúde. Além disso, o Estado já havia disponibilizado 159.460 insumos, entre seringas e agulhas, para o início da vacinação nos municípios.

Para reforçar o atendimento a pacientes com a Covid-19 na região oeste do Pará, o governo do Estado já conta com 10 leitos de UTI em Juruti, 40 leitos de UTI em Santarém e mais 60 leitos de UTI em Itaituba, sendo que todas as cidades também contam com leitos clínicos e ganharam reforços nos estoques de oxigênio.

Texto: Bruno Magno/CPH

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...