Tucuruí recebe Policlínica Itinerante e governador anuncia investimentos na área da saúde

Os serviços do Hospital Regional de Tucuruí devem ser ampliados, segundo informou o governador Helder Barbalho neste sábado (6), durante visita ao município. O chefe do poder executivo acompanhou os atendimentos realizados pela Policlínica Itinerante na cidade e aproveitou para anunciar o planejamento do Estado para garantir investimentos à saúde da população do entorno do Lago de Tucuruí.

“A proposta do governo do Estado é que as condicionantes que a Eletronorte deve aplicar, mediante a renovação da Licença de Operação da hidrelétrica, seja para investir no Hospital Regional. A região cresceu e precisa de uma estrutura de saúde mais ampla. A nossa prioridade é fazer a estruturação do hospital para além dos serviços que hoje são ofertados”, informou Helder Barbalho.

“Queremos ampliar a oncologia, hemodiálise, garantir os serviços tanto na atenção das especialidades mais rotineiras, quanto garantir que a população do Lago de Tucuruí não tenha que se deslocar para outras regiões. Nós estamos estimando em mais de 50 milhões de reais em investimentos que vão tornar o Hospital Regional um dos mais modernos do Brasil”, explicou o governador do Pará.

Policlínica Itinerante – A ação voltada para atender pacientes com suspeitas de Covid-19 ocorre na Escola de Ensino Fundamental Ana Pontes Francês, na rua Betel. O atendimento continua neste domingo (7), de 8h até 20h.

“A estratégia da Policlínica é a do diagnóstico precoce, do atendimento no momento inicial e garantindo que os protocolos de saúde sejam cumpridos com as consultas, exames e, principalmente, garantindo o tratamento por parte do paciente. Dessa forma, evitamos o agravamento da doença”, complementou o governador.

No total, 236 atendimentos foram realizados neste sábado. As equipes verificam a temperatura corporal, nível de oxigenação no sangue e glicemia, aferição de pressão arterial, consultas médicas e conforme avaliação do estado geral do paciente, prescrição de medicamentos para tratamento em casa, ou encaminhamento para exames mais específicos ou até mesmo internação em unidades de saúde da região.

Texto: Ronan Frias/Cohab

Você pode gostar...