Hospital de Campanha do Hangar realizará 1ª Oficina de Segurança do Paciente com metas da OMS

A segurança do paciente será tema da primeira oficina realizada pelo Hospital de Campanha do Hangar, que pretende ampliar os conhecimentos envolvendo as seis metas internacionais, estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A 1ª Oficina de Segurança do Paciente no Hangar, acontece de 24 de junho a 7 de julho, em diferentes turnos. A ação é direcionada aos líderes da unidade e integra as diversas estratégias já implementadas pela gestão, com foco no aprimoramento profissional e a formação de novas lideranças.

Com o tema “Semeando Segurança”, o evento abordará as metas instituídas pela OMS, entre elas a identificação correta do paciente, comunicação efetiva, redução do risco de quedas, redução do risco de infecção, segurança para cirurgias, e segurança para administração de medicamentos.

“Mesmo em um hospital de campanha, a nossa assistência não se diferencia em cuidados, na comparação com uma unidade de saúde convencional. A qualidade do serviço prestado e a educação contínua dos colaboradores, fazem parte das nossas prioridades”, explica Josieli Ledi, diretora Assistencial do Hospital de Campanha.

Segundo Brenda Ramos, enfermeira responsável pelo Serviço de Controle e Infecção Hospitalar do Hangar (SCIH), a oficina irá contar ainda, com os cuidados envolvendo o uso correto de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), em uma unidade de referência, no tratamento de casos da Covid-19.

“É fundamental que os colaboradores tenham suporte para novos conhecimentos e trocas de experiências. Acreditamos que isso valorize ainda mais as relações e melhora, em todos os sentidos, o atendimento aos pacientes, mantendo a qualidade da assistência”, diz.

Para o secretário de Saúde do Pará, Rômulo Rodovalho, a importância do foco da atividade, vai continuar certificando a excelência do atendimento do hospital montado pelo Governo do Estado, há pouco mais de um ano. “É um investimento que trará confiança a quem, porventura, precisar recorrer à Unidade, em caso de necessidade, para o tratamento curativo do coronavírus”, comentou.

O Hospital de Campanha do Hangar é uma unidade criada pelo governo do Pará, referência no tratamento de pacientes com o novo coronavírus. Desde a sua criação, cerca de sete mil pacientes já foram atendidos e mais de quatro mil saíram recuperados da doença, na unidade. Ao todo, o hospital conta com 220 leitos, entre clínicos e de UTI, sendo o maior hospital no tratamento da Covid-19, no Pará.

Metas internacionais de Segurança do Paciente – A OMS estabeleceu seis metas internacionais de segurança, consideradas os principais atributos que atestam a qualidade de um atendimento.

São elas: 1) Identificação Correta dos Pacientes; 2) Comunicação Efetiva; 3) Melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos; 4) Cirurgia Segura; 5) Redução do risco de infecções associadas aos cuidados em saúde e 6) Reduzir o risco de quedas e lesão por pressão.

“Com a oficina dentro do Hospital de Campanha, o nosso objetivo é ir de encontro ao que diz a Organização Mundial de Saúde e reduzir ao máximo situações de riscos para os internados”, comenta Brenda Ramos, do SCIH.

Dada à importância do tema, a OMS celebra o Dia Mundial da Segurança do Paciente, anualmente, no dia 17 de setembro.

Texto: Alberto Dergan/HCH

Você pode gostar...