Abelardo Santos amplia o serviço de farmácia no primeiro semestre de 2021

Abelardo Santos amplia o serviço de farmácia no primeiro semestre de 2021

6 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Com o intuito de melhorar ainda mais o armazenamento, o controle e o tempo na distribuição de medicamentos, a Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), tem investido na ampliação e melhoria no processo da assistência farmacêutica com a descentralização de unidades e implantação de farmácias satélites em setores estratégicos dentro do Hospital Regional Abelardo Santos (HRAS), no distrito de Icoaraci, em Belém. A unidade, referência do Governo do Estado nos atendimentos de alta complexidade, de obstetrícia e do pronto-atendimento pediátrico, encerrou o primeiro semestre de 2021, com cinco farmácias distribuídas na instituição.

Para o secretário de Estado de Saúde Pública do Pará, Rômulo Rodovalho, a ampliação dos serviços, potencializam a dinâmica do setor. “O número de cinco farmácias já implantadas no HRAS e a Central já evidencia o trabalho de reestruturação que vem sendo realizado dentro da maior unidade hospitalar do Estado. A ampliação traz maior segurança e agilidade no atendimento aos pacientes dentro dos setores estratégicos da unidade”, garante o titular da pasta.

A última ampliação do serviço, foi no setor de hemodiálise, em julho deste ano. Para a farmacêutica do setor, Vanessa Brito, esse tipo de implantação é muito importante para aprimorar os processos do setor, como melhor controle de material no estoque, além de contribuir na dispensação dos medicamentos excepcionais para os pacientes da hemodiálise. “Ficou mais fácil e acessível para eles, agora eles circulam menos no hospital para pagar os medicamentos, diminuindo essa locomoção até o último bloco para receberem o medicamento na Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF)”, disse a farmacêutica.

Quem também não poupou elogios à nova farmácia da hemodiálise foi a supervisora do setor, Lucineia Veloso. Ela explicou que além da facilidade de acesso para os pacientes que recebem medicação de alto custo e melhor controle dos medicamentos que são dispensados a eles, a assistência também sofreu impactos positivos importantes. “Tivemos como benefícios a redução da ausência dos técnicos nas salas de tratamento, pois antes eles tinham que se deslocar até o sétimo andar para buscar as medicações, melhoria no controle da baixa de insumos, que agora é feita pela farmácia e sem contar a implantação em conjunto com o setor dos kits individualizados por paciente”, validou.

Avanço – A coordenadora farmacêutica do HRAS, Telma Araújo, destacou que hoje o Hospital conta com cinco farmácias, sendo elas distribuídas: no andar térreo nos setores de hemodiálise e Pronto Socorro, já no primeiro andar mais uma localizada de forma estratégica para atendimento do Centro Cirúrgico e Centro Obstétrico, no terceiro andar temos uma unidade de atendimento às UTI´s e no sétimo andar fica a farmácia central, que atende o maior número de clínicas.

“Em breve estaremos inaugurando mais uma farmácia e esta será instalada no quarto andar. Tal necessidade foi identificada a partir das particularidades da neonatologia, onde conseguiremos trabalhar a dispensação de forma ágil, gerar economia através de otimização e controle”, destacou a coordenadora.

Telma também enfatizou que o papel da farmácia dentro do ambiente hospitalar é assegurar o uso apropriado e seguro dos medicamentos e produtos para saúde, sendo o farmacêutico o responsável direto pela distribuição e controle dos insumos, sendo este um papel primordial. “Costumo dizer que a farmácia é o coração do hospital, é dela que sai tudo o que o paciente precisa, no que diz respeito ao tratamento terapêutico”, frisou.

O diretor administrativo e financeiro do Abelardo Santos, Alexandre Reis, destacou ainda que a ampliação das farmácias satélites, proporciona uma assistência farmacêutica efetiva e direta, de maneira que o paciente passa a ser atendido com mais rapidez e prontidão. “Com a instalação da farmácia satélite dentro dos setores, vamos diminuir os índices de perda de material ao longo do fluxo de distribuição”, afirmou.

Estrutura – Inaugurado pelo Governador Hélder Barbalho, em setembro de 2019, atualmente o serviço de farmácia do HRAS realiza mais de 10 mil dispensações de medicamentos por mês e conta com cerca de 70 funcionários, sendo 14 deles farmacêuticos e os demais são auxiliar de farmácia.

Texto: Roberta Paraense/HRAS

Foto: Divulgação