Cartão Nacional de Saúde - CNS
Conheça mais sobre o Cartão Nacional de Saúde e saiba como o Ministério da Saúde e a SESPA estão trabalhando para coletar de uma série de informações que irão auxiliar o cidadão nos atendimentos prestados pelo Sistema único de Saúde.
Prev
Next

Sespa faz lembrete sobre a prevenção às hepatites virais

Sespa vai ao terminal rodoviário para prevenir as hepatitesEm alusão ao 28 de julho, Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais,  neste sábado, 26, o distrito de Mosqueiro, na região metropolitana de Belém, será palco de uma mais uma força tarefa em favor da prevenção à doença. Juntas, equipes da Sespa, Susipe e Secretaria de Saúde de Belém (Sesma) estarão de 8 às 12 horas no caramanchão da praia do Chapéu Virado oferecendo serviços à população, que poderá se submeter a testes rápidos e vacinação contra a hepatite B.

Quanto mais cedo descobrir que se tem hepatite, melhor. Essa tem sido a orientação principal da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa) para combater a subnotificação de casos da doença por meio de estratégias que visam à maior adesão ao teste rápido e, em caso de diagnóstico positivo, ao tratamento disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Devido ao progressivo estímulo ao diagnóstico precoce, os casos de hepatite têm aumentado no Pará: os primeiros seis meses de 2014 registraram 168 casos confirmados de hepatite B e 69 do tipo C. No mesmo período do ano passado, o quantitativo foi de 127 para o tipo B e 35 para hepatite C.

“Por ser uma doença silenciosa, nosso foco tem sido a busca ativa por pessoas que não sabem que têm os vírus e precisam logo se tratar para não serem surpreendidas com as consequências de um diagnóstico tardio, como uma cirrose ou câncer de fígado, e também para deixarem de ou transmitir a outras pessoas”, explica a coordenadora estadual do Programa de Hepatites Virais da Sespa, Cisalpina Cantão.

Esse alerta ganha força nesta segunda-feira, 28, por ocasião do Dia Mundial de Luta Contra às Hepatites Virais. No Pará, o esforço da Saúde Pública tem se refletido nesse combate ao sub-registro de casos associado à ampliação da testagem e do diagnóstico; no estímulo à vacinação contra o tipo B – ofertada gratuitamente pelo SUS a toda população até 49 anos – e na ampliação da assistência e do tratamento dos tipos mais perigosos: B e C.

Exigir material descartável em salões de beleza e na hora de fazer tatuagens e aplicar brincos e piercings, bem como não compartilhar seringa, agulha e objetos cortantes com outras pessoas – incluindo a lâmina de barbear e depilar, a escova de dente e o alicate de unha, além dos preservativos nas relações sexuais, estão entre as orientações da Sespa transmitidas em ações realizadas com o apoio do Ministério da Saúde e em parceria com as coordenações estaduais de Saúde do Homem, de Imunização, Saúde Indígena e de Mobilização Social, além do Laboratório Central do Estado, Instituto Evandro Chagas e integrantes das Organizações da Sociedade Civil.

Pelo menos nos últimos três anos, essa parceria rendeu mais de 40 treinamentos, três seminários e 21 mil testes rápidos realizados inclusive em atividades voltadas aos indígenas, encarcerados, quilombolas, profissionais de salões de beleza e lideranças e seguidores da umbanda e do candomblé, tanto em Belém, como no interior do Estado.

Tratamento

Independente disso, a porta de entrada para quem quiser se proteger das hepatites é a Unidade Básica de Saúde, seja para a vacinação ou para o teste rápido. Caso o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) receba a notícia de que é portador de um dos tipos graves da doença, é encaminhado para locais de tratamento que já são referência, como a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, especialista no diagnóstico e o tratamento de doenças do fígado.

Além da Santa Casa, Belém dispõe de outros locais para o tratamento: Hospital Universitário João de Barros Barreto; Fundação de Hospital de Clínicas Gaspar Viana e Unidade de Referência Especializada em Doenças Infecciosas e Parasitárias Especiais (Uredipe), além do Centro de Universitário do Estado do Pará (Cesupa), no campus da avenida Almirante Barroso, onde funciona o curso de Medicina.

No interior do Estado, o atendimento e tratamento são disponíveis no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Santarém; no CTA de Marabá; no CTA de Parauapebas; no Hospital Regional do Araguaia, em Redenção e no Hospital Regional de Tucuruí. Para todos esses locais, é essencial que o cidadão seja encaminhado pela Unidade de Saúde mais próxima de sua residência. “Em três anos, conseguimos aumentar de três para 10 locais em que os usuários do SUS no Pará podem se tratar das hepatites”, explica Cisalpina Cantão.

Mobilização em Santarém

Nesta segunda-feira, 28, uma blitz educativa realizada pela Sespa e pela Coordenação Regional das Hepatites Virais do 9º Centro Regional de Saúde (9ºCRS) será realizada de 19h30 às 22h30 na orla de Santarém, com panflatagem e distribuição de kits e preservativos.

No dia 13 de agosto, ainda em Santarém, no Paraíso Shopping Center, de 16 às 22 horas, haverá oferecimento de testagem rápida para os tipos B e C e vacinação contra a hepatite B. A mesma programação será oferecida no dia seguinte no Belo Centro, de 8 às 12 horas e de 14 às 18 horas.

25 jul 2014

Hospital Regional Abelardo Santos continuará de portas abertas

O secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, confirmou, nesta quinta-feira (24), a lideranças comunitárias e servidores do Hospital Regional Abelardo Santos (HRAS), que a Sespa decidiu não transferir mais os servidores do Hospital para a Santa Casa e nem desativar o atendimento de urgência a adultos na instituição hospitalar. A reunião foi realizada no auditório do Sest Senat, com a presença da diretora do HRAS, Vera Cecim; da diretora de Atenção Primária da Sespa, Jane Neves; da coordenadora do Sindsaúde, Miriam Andrade; do representante dos servidores do Hospital, Waldecir Amaral e alguns parlamentares. (mais…)

24 jul 2014

Hospital Regional de Salinópolis reforça atendimento no veraneio

Para garantir o atendimento da população neste mês de julho, o Hospital Regional de Salinópolis (HRS) reforçou os serviços, colocando à disposição dos pacientes sete médicos especialistas na escala de plantão, como dermatologistas, cirurgiões, pediatras, ortopedistas, clínicos gerais e urologistas. Além disso, uma equipe multiprofissional composta por assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros e técnicos de enfermagem e de Raios-X também apoia o atendimento.

(mais…)

16 jul 2014

Oficinas da Sespa são referência em livro do Conselho de Secretários de Saúde

A avaliação do processo de Planificação da Atenção Primária em Saúde (APS) no Pará, feito pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) desde agosto de 2011, será publicada no livro “Conass Documenta”, a ser editado ainda este ano pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O anúncio foi feito na segunda-feira (7), pelas consultoras do órgão, Alzira Guimarães e Ademilde Andrade, em visita ao titular da Sespa, Helio Franco. (mais…)

10 jul 2014