Abelardo Santos triplica o número de participações de servidores em treinamentos

Abelardo Santos triplica o número de participações de servidores em treinamentos

8 de julho de 2021 Off Por Roberta Vilanova

O objetivo é formar colaboradores cada vez mais especializados para atender o usuário de forma ágil, humanizada e profissional

Com o objetivo de promover a capacitação profissional através do ensino, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da direção do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci, em Belém, tem disponibilizado aos  colaboradores da unidade uma variedade de atividades educacionais como forma de ampliar os conhecimentos e as habilidades no dia a dia na função.

Com esse foco, o número de participações nos treinamentos dentro das áreas assistenciais, operacionais, administrativas/financeiras e técnica médica, mais que triplicou em um mês. Em maio, foram registradas 448 participações, número que saltou para 1.587, em junho.

O Núcleo de Educação Permanente (NEP) foi responsável por cumprir 1.658:25 de hora-aula aos colaboradores de todos os setores da unidade, no mês passado. A carga horária, comparada com mês anterior, também disparou: em maio foram registradas 810:20 horas. Para o diretor executivo do Abelardo Santos, o avanço nos números é resultado de um conjunto de iniciativas, proporcionadas pelo Governo do Estado para os colaboradores.

“O Estado é o nosso maior incentivador para a melhoria no atendimento e nas práticas do Hospital. As capacitações feitas por todos os setores têm um alcance macro no quadro laboral, que trazem resultados imensuráveis na forma de atendimento ao nosso usuário. O Núcleo de Educação Permanente do HRAS trabalha de forma contínua inclusive abrangendo os colaboradores que laboram no período noturno”, detalhou Silveira.

Para o secretário Estadual de Saúde, Rômulo Rodovalho, as capacitações profissionais dentro da saúde pública são ferramentas fundamentais para manter o colaborador reciclado. “A aprendizagem define de forma singular o trabalho realizado dentro de qualquer instituição. Um trabalhador atualizado das técnicas de trabalho, das inovações tecnológicas, das práticas mais usadas dentro de sua área, certamente, são pessoas mais preparadas para atender de forma especializada o usuário. O Abelardo Santos mostra com este crescimento no treinamento, um cuidado com o atendimento e o funcionamento da unidade, que cada vez avança em especializações”, destacou o titular da pasta.

A fisioterapeuta Andrezza Silva foi uma das facilitadoras com o treinamento de Bomba de Infusão

Aprendizado – A técnica de enfermagem Darcilene Cabral Pereira da Luz, 50 anos, atua na clínica ginecológica. Ela tem participado ativamente das palestras e acredita estar sendo privilegiada com a ação.  “Com as capacitações fornecidas pelo HRAS, nós podemos ajudar a nossa equipe e prestar um melhor atendimento ao nosso paciente”, frisou. “Hoje, posso atuar em qualquer andar do Abelardo, pois os treinamentos que estamos tendo estão nos aprimorando a cada dia. É realmente maravilhoso”, parabenizou.

A fisioterapeuta Andrezza Silva, 32 anos, pós-graduada em fisioterapia em terapia intensiva, foi uma das facilitadoras, com o treinamento de Bomba de Infusão. “Todo hospital precisa ter uma educação continuada, e estamos aqui justamente para aprimorar o conhecimento desses colaboradores. E essa abertura que o hospital dá é muito importante para a ampliação do conhecimento “, apontou a profissional que explanou técnicas para o manuseio e montagem dos equipamentos.

Reestruturação – O avanço nas capacitações profissionais faz parte da reestruturação da unidade, após a gestão do Instituto Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA), em março deste ano. “Já temos uma grade de treinamentos pré-definida. Ela é montada com o objetivo de fortalecer o trabalho realizado no HRAS, em oferecer um atendimento de excelência aos usuários. Os facilitadores são escolhidos conforme o tema do treinamento. São, geralmente, os gestores, enfermeiros do núcleo de educação permanente ou as assistenciais. Contamos também com facilitadores externos”, explicou a gerente de RH corporativa do ISSAA, Adriana Durans.

A enfermeira do NEP,  Kelly Cristhiane Santos Rodrigues, ressaltou que o setor auxilia na escolha da metodologia ativa mais eficaz, como forma a garantir que o tema apresentado nos seja absorvido e aplicado. “O total de treinamentos realizados no mês de junho foi de 38 internos e três externos. E ainda contamos com seis palestras de Integração Institucionais e Assistenciais, aos novos colaboradores. O grande diferencial do NEP do HRAS é a uniformidade de seu processo, pois ele é atuante tanto no período diurno como noturno”, frisou.

Texto: Roberta Paraense/HRAS

Foto: Ascom/HRAS