Em parceria com a Sespa, Seplad imuniza mais de 400 servidores contra o vírus Influenza H1N1

Em parceria com a Sespa, Seplad imuniza mais de 400 servidores contra o vírus Influenza H1N1

21 de julho de 2021 Off Por Roberta Vilanova

A ação contou ainda com a aplicação da vacina tríplice viral, que previne a caxumba, sarampo e rubéola

Nos dias 20 e 21 de julho, a Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), em parceria com a Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) vacinou mais de 400 servidores durante a campanha de imunização na Seplad contra o vírus Influenza H1N1. A ação contou ainda com a aplicação da vacina   tríplice viral, que previne a caxumba, sarampo e rubéola.

Na ocasião, servidores da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), Imprensa Oficial do Estado (IOEPA) e Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) também receberam a imunização.

A Seplad trabalha sem medir esforços para que todos os colaboradores executem as suas atividades em um ambiente afável e agradável, praticando ações que fazem parte do plano de melhorias oferecidas aos servidores públicos, que trabalham com presteza e dedicação.

Toda a ação foi conduzida seguindo os protocolos de combate à disseminação da Covid-19 com o apoio de servidores da Seplad

“Trabalhamos buscando mecanismos que tragam benefícios aos nossos servidores, principalmente em se tratando da sua saúde e bem-estar. A campanha de imunização demonstra a nossa preocupação neste momento tão delicado que atravessamos, em que precisamos redobrar os cuidados e dessa forma todos  os que possuem um papel tão importante para a sociedade na prestação de serviços recebem a atenção merecida”, ressaltou a titular da Seplad, Hana Ghassan.

Toda a ação foi conduzida seguindo os protocolos de combate à disseminação da Covid-19  com o apoio de servidores da Seplad. “A vacinação contra a  influenza é de grande relevância, especialmente no cenário de pandemia. É mais uma ação do Estado para fortalecer a imunidade dos nossos servidores”, disse a diretora de saúde ocupacional da Seplad, Luiza Tuma.

Texto: Luana Taveira/Seplad
Fotos: NCOM/Seplad