Hospital Jean Bitar celebra o Dia Nacional do Doador de Sangue com usuários, em Belém

Hospital Jean Bitar celebra o Dia Nacional do Doador de Sangue com usuários, em Belém

25 de novembro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

A Agência Transfusional realizou captação de doadores entre os usuários presentes na recepção

Para celebrar o Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado nesta quinta-feira (25), e promover o sentimento de solidariedade com o intuito de contribuir com o aumento do número de doações de sangue nos meses finais do ano, o Hospital Jean Bitar (HJB) por meio do seu Grupo de Trabalho de Humanização (HJB), antecipou as comemorações alusivas à data com realização de palestras para usuários sobre doação de sangue, nessa quarta-feira (24).

Conforme informou a palestrante, biomédica transfusionista da Agência Transfusional (AT) do HJB, Jéssica Rodrigues de Oliveira, as ações de incentivo à doação de sangue são fundamentais para todos hospitais que possuem agência transfusional, pois com as doações é possível manter o estoque abastecido. Por isso, conforme a profissional, é importante reforçar a importância da doação de sangue, e o Dia Nacional do Doador é mais um dia para sensibilizar as pessoas a respeito do ato solidário.

“Durante a ação, a AT realizou captação de doadores entre os usuários presentes na recepção Central e Ambulatório de Endocrinologia. Essas captações reforçam o estoque do Hemocentro, pois é notório que há diminuição no número de doações, devido as festas do final do ano e férias. O Hospital Jean Bitar realiza cirurgias diariamente, e muitos dos procedimentos possuem necessidade de reserva de sangue. Além disso, a instituição conta com leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde muitos dos pacientes acabam necessitando de transfusão de hemocomponentes. No dia Nacional do Doador de Sangue, além de agradecer aos nossos colaboradores e pacientes que doam no Hemocentro para o hospital com o código de doação: HJB-1421, buscamos semear nos corações dos nossos usuários esse sentimento de amor para com próximo, pois doação de sangue é isso, um ato de amor, e um ato que salva”, reforçou a biomédica.

Para a usuária do município de Tailândia, Euzenir Reis, a palestra lhe fez tomar a decisão de doar sangue. “Eu sempre quis doar sangue, mas ouvi tantas histórias sobre isso, que até desanimei. Com essa palestra eu vi que não é nada do que eu pensava, e agora eu decidi:  quero ser doadora. Deve ser boa a sensação de saber que uma vida pode continuar, por causa de uma doação de sangue. Os doadores, com certeza, se sentem bem em saber disso. Brevemente eu também me sentirei satisfeita com essa sensação”, ressaltou a usuária.

Agência Transfusional – O HJB se soma às demais unidades da hemorrede estadual, coordenada pela Fundação Hemopa. A Agência Transfusional agiliza o atendimento de pacientes que necessitam de transfusão durante procedimentos cirúrgicos realizados no Hospital.

No trabalho de sensibilização feito diariamente, com usuários e familiares, é enfatizada a importância da reposição do estoque de bolsas de sangue. Nesses momentos, são distribuídos material educativo com orientações básicas e pré-requisitos para doar sangue. Nessas abordagens, o código de doação do Hospital Jean Bitar é amplamente divulgado. Agência Transfusional do HJB realiza cerca de 60 transfusões de sangue por mês.

Campanhas e caravanas – O HJB também promove campanhas internas e caravanas de doação de sangue com o objetivo de incentivar colaboradores a doar sangue.

Segundo a coordenadora do GTH, Thatyelle Pantoja, a ação foi uma forma de incentivar a doação de sangue, mas também de reconhecer a importância do doador.

“O Dia Nacional do Doador de Sangue é um dia muito especial para nós. É o dia de agradecer e enaltecer por atitude tão nobre de amor ao próximo. É um dia também para convidar outras pessoas a doarem não apenas o seu sangue, mas vida. É isso que os doadores de sangue fazem: doam vida, o maior de todos os bens. Por isso, esses heróis merecem não só a nossa gratidão, mas o nosso reconhecimento pela atitude de escolher salvar vidas todos os dias”, destacou a coordenadora.

 Texto: Joelza Silva/HJB