Sespa realizará ações preventivas durante a quadra nazarena

Sespa realizará ações preventivas durante a quadra nazarena

6 de outubro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde de Belém e de Ananindeua, realizará ações de caráter preventivo durante a quadra nazarena. O trabalho começa nesta quinta-feira (07) à tarde e se estende até o dia 25 de outubro, sendo que até o dia 12 funcionará das 9h às 17h e do dia 13 a 25, das 16h às 22h.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, disse que é missão do governo do Estado proteger a população paraense, por isso devem ser mantidas todas as medidas preventivas que vêm sendo adotadas nos últimos 19 meses. “Não deixem de usar máscara, principalmente, quando estiverem em aglomerações inevitáveis e perto de pessoas que não fazem parte do seu convívio familiar e social”, alertou.

Daniele Nunes, diretora do Departamento de Epidemiologia

Para essas ações, a Sespa contará com o trabalho de cerca de 200 profissionais de diversos setores da Diretoria de Vigilância em Saúde e 1º Centro Regional de Saúde. “Queremos monitorar e detectar oportunamente situações prejudiciais à saúde da população”, disse a diretora de Epidemiologia, Daniele Nunes.

Ela informou ainda que é necessária a integração dos setores de Vigilância e Assistência à Saúde, para garantir a proteção da saúde da população da capital e visitantes que costumam vir à cidade nessa época, desde o cumprimento dos protocolos sanitários recomendados pelo Ministério da Saúde e pelo Decreto Estadual Nº 800/2020, passando pela fiscalização da venda de alimentos, testagem e vacinação, até o monitoramento de qualquer situação que represente risco à comunidade.

A diretora do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Estadual), Milvea Carneiro, informou que na quadra nazarena serão mantidas as seguintes ações: fiscalização para verificar o cumprimento dos protocolos estabelecidos no Decreto Estadual n° 800/2020; abordagem de pessoas como apoio ao serviço de testagem de covid-19; e assessoramento ao município de Belém nas ações de Vigilância Sanitária para prevenir problemas de saúde relacionados ao consumo de alimentos.

Veronilce Borges, coordenadora do Cievs

De acordo com a coordenadora do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), Veronilce Borges, uma equipe vai receber as notificações e verificar o que está acontecendo, conforme foi feito na ação semelhante realizada em 2019. “Naquele ano, os eventos mais frequentes foram dor de cabeça, dor muscular, enjoo e luxações”, comentou.

As situações poderão ser notificadas tanto por profissionais de saúde das unidades de saúde, postos de atendimento ou pela própria população por meio de um link do (Cievs), para que sejam tomadas as medidas de controle de forma imediata.

Testagem – Entre as ações, está a realização de testagem pelo método RT-PCR por amostragem, ou seja, as pessoas serão abordadas pelos profissionais de Vigilância Sanitária Municipal e Estadual para participarem da testagem de covid-19 disponíveis em quatro locais: Aeroporto Internacional de Belém, Terminal Rodoviário de Belém, Porto Hidroviário de Belém e Avenida Generalíssimo Deodoro, todos sob a coordenação do Laboratório Central do Estado (Lacen-PA). Essa ação é necessária porque Belém receberá visitantes e turistas de diversas partes do estado, do Brasil e até do mundo. A meta de cada ponto é fazer pelo menos, 200 coletas por dia.

Serviço: Os pontos de testagem de covid-19 no terminal rodoviário e no porto hidroviário funcionarão diariamente das 8h às 17h; na Avenida Generalíssimo, das 16h às 22h, e, no aeroporto, 24 horas por dia. O link para notificação de doenças e agravos é o seguinte: Notificação para monitoramento do CIEVS

Texto: Roberta Vilanova/Sespa