Após ser intubado três vezes, idoso vence a Covid-19 no Hospital de Campanha do Hangar

Após ser intubado três vezes, idoso vence a Covid-19 no Hospital de Campanha do Hangar

6 de julho de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Luiz Fernando com o olhar sereno e nas mãos a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, na saída do Hospital de Campanha do Hangar

Após 64 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha do Hangar, em Belém, para o tratamento contra o coronavírus, Luiz Fernando Barbosa, de 60 anos, venceu a Covid-19 e deixou o hospital em um momento marcado por comemorações e alegrias.

Com 70% do pulmão comprometido, Luiz Fernando foi internado em abril e, após passar por três intubações, está recuperado e recebeu alta. “Eu não tenho o que dizer. Apenas agradeço a essa equipe”, diz ele, que atua como pedreiro e mora no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém.

Do lado de fora da unidade hospitalar, criada pelo Governo do Estado e gerenciada pela Pró-Saúde, esposa, filhos, genros e netos, aguardavam a saída do paciente com balões e cartazes. Para eles, o sentimento de medo deu lugar à esperança.

Casada há 33 anos com Luiz Fernando, a pedagoga Eliana Trindade, de 60 anos, carregava uma imagem de Nossa Senhora de Nazaré, como forma de agradecer a cura do marido. Para ela, o sofrimento ocasionado pelo distanciamento foi uma das piores sensações já vividas.

A esposa e a irmã não seguram a emoção ao reencontrarem Luiz Fernando, na saída do Hospital de Campanha do Hangar, em Belém

“A nossa fé restaurou a vida dele. Mesmo sentindo, por vários momentos, que perderia o meu marido para essa doença, nós nunca deixamos de ter fé. Tive muito medo, muito mesmo, mas hoje ele está saindo bem e recuperado. Não tenho palavras para expressar o que sinto”, disse Eliana Trindade.

Enquanto a equipe de profissionais atuava para restaurar a saúde de Luiz dentro da unidade, a filha dele, Eleonora Trindade, 41, era quem recebia diariamente os boletins médicos e tinha a missão de repassar as notícias aos outros familiares. “Eu que recebia o boletim todos os dias, então tudo passava primeiro por mim. Cheguei a receber a notícia que o estado dele era crítico, mas nem a gente e nem esses profissionais desistiram. Isso foi fundamental”, enfatizou ela.

Um lutador incansável. É assim que Luiz Fernando é descrito pela equipe de profissionais do Hangar. “Ele é um vitorioso. Precisou ser intubado mais de uma vez, mas a equipe do Hangar se uniu e conseguiu reabilitá-lo. Hoje, ele sai daqui consciente e orientado, e alcançou o que nós queríamos: a vitória contra a doença”, destaca a médica da intensivista, Silvana Rodrigues.

Os incansáveis profissionais do Hospital de Campanha do Hangar comemoram com afeto a recuperação do paciente após 64 dias

Para o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, é gratificante tomar conhecimento de histórias como a do paciente Luiz Fernando. “Pois elas demonstram que estamos atuando corretamente ao manter o Hospital de Campanha do Hangar de portas abertas desde o início da pandemia, com equipes incansáveis que não desistem de lutar pela vida da população paraense”, comemorou o titular da Sespa.

O Hospital de Campanha do Hangar é a maior unidade hospitalar do Estado para tratamento exclusivo de pacientes com a Covid-19 e conta com 220 leitos, entre clínicos e de UTI. Desde sua abertura, quase sete mil pacientes já foram atendidos e mais de quatro mil se recuperaram da doença.

Texto de Alberto Dergan /HCH

Fotos: Ascom/HCH