Após ser intubado três vezes, idoso vence a Covid-19 no Hospital de Campanha do Hangar

Luiz Fernando com o olhar sereno e nas mãos a imagem de Nossa Senhora de Nazaré

Após 64 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha do Hangar, em Belém, para o tratamento contra o coronavírus, Luiz Fernando Barbosa, de 60 anos, venceu a Covid-19 e deixou o hospital em um momento marcado por comemorações e alegrias.

Com 70% do pulmão comprometido, Luiz Fernando foi internado em abril e, após passar por três intubações, está recuperado e recebeu alta. “Eu não tenho o que dizer. Apenas agradeço a essa equipe”, diz ele, que atua como pedreiro e mora no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém.

Do lado de fora da unidade hospitalar, criada pelo Governo do Estado e gerenciada pela Pró-Saúde, esposa, filhos, genros e netos, aguardavam a saída do paciente com balões e cartazes. Para eles, o sentimento de medo deu lugar à esperança.

Casada há 33 anos com Luiz Fernando, a pedagoga Eliana Trindade, de 60 anos, carregava uma imagem de Nossa Senhora de Nazaré, como forma de agradecer a cura do marido. Para ela, o sofrimento ocasionado pelo distanciamento foi uma das piores sensações já vividas.

Irmã e esposa recebem Luiz na saída do Hospital de Campanha do Hangar

“A nossa fé restaurou a vida dele. Mesmo sentindo, por vários momentos, que perderia o meu marido para essa doença, nós nunca deixamos de ter fé. Tive muito medo, muito mesmo, mas hoje ele está saindo bem e recuperado. Não tenho palavras para expressar o que sinto”, disse Eliana Trindade.

Enquanto a equipe de profissionais atuava para restaurar a saúde de Luiz dentro da unidade, a filha dele, Eleonora Trindade, 41, era quem recebia diariamente os boletins médicos e tinha a missão de repassar as notícias aos outros familiares. “Eu que recebia o boletim todos os dias, então tudo passava primeiro por mim. Cheguei a receber a notícia que o estado dele era crítico, mas nem a gente e nem esses profissionais desistiram. Isso foi fundamental”, enfatizou ela.

Um lutador incansável. É assim que Luiz Fernando é descrito pela equipe de profissionais do Hangar. “Ele é um vitorioso. Precisou ser intubado mais de uma vez, mas a equipe do Hangar se uniu e conseguiu reabilitá-lo. Hoje, ele sai daqui consciente e orientado, e alcançou o que nós queríamos: a vitória contra a doença”, destaca a médica da intensivista, Silvana Rodrigues.

Os incansáveis profissionais do Hospital de Campanha do Hangar comemoram com afeto a recuperação do paciente após 64 dias

Para o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, é gratificante tomar conhecimento de histórias como a do paciente Luiz Fernando. “Pois elas demonstram que estamos atuando corretamente ao manter o Hospital de Campanha do Hangar de portas abertas desde o início da pandemia, com equipes incansáveis que não desistem de lutar pela vida da população paraense”, comemorou o titular da Sespa.

O Hospital de Campanha do Hangar é a maior unidade hospitalar do Estado para tratamento exclusivo de pacientes com a Covid-19 e conta com 220 leitos, entre clínicos e de UTI. Desde sua abertura, quase sete mil pacientes já foram atendidos e mais de quatro mil se recuperaram da doença.

Texto: Alberto Dergan/HCH

Fotos: Ascom/HCH

Você pode gostar...