Centro de Referência Estadual fortalece a política de Saúde do trabalhador do Pará

Centro de Referência Estadual fortalece a política de Saúde do trabalhador do Pará

27 de julho de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Cerest faz inspeção em ambientes de trabalho

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest Estadual) é uma das estratégias do Governo do Estado relacionada à vigilância em saúde. Além de ser uma fonte geradora de conhecimento, com condição de indicar se determinadas doenças ou sintomas estão relacionados com as atividades laborais, também pode avaliar a condição de trabalho no qual determinado grupo está inserido e o risco do adoecimento.

O coordenador do Cerest Estadual, Eimar Neri de Oliveira Júnior, explica que a unidade é destinada a atender todo o trabalhador, com vínculo ou não. “O trabalhador é um ser humano e corre o risco de adoecer também pelas questões laborais, por conta dos riscos aos quais ele está inserido e isso pode levar ao afastamento e ocasionar consequências seríssimas para saúde destas pessoas, que são o motor produtivo da nossa economia”, ressalta.

Nesta terça-feira (27), celebra-se o Dia Nacional da Prevenção de Acidente de Trabalho e os
dados levantados pelo órgão auxiliam a formulação de políticas públicas preventivas. A principal meta do Cerest Estadual é ampliar a Rede de Saúde do Trabalhador do Pará (Renast-PA).

São cinco Cerest Regionais e duas unidades estaduais distribuídos pelo Pará. O objetivo é atingir 100% de cobertura em relação à vigilância do trabalho, assim como promover a participação popular dentro das decisões colegiadas, através da Comissão Intersetorial em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTT).

O Centro de Referência Estadual articula com a “sociedade de classe” para que os usuários recebam o atendimento com a estrutura necessária e possam ter laudados os seus comprometimentos, deficiências ou necessidades de saúde, que configura o “Nexo Causal” (a doença em si, o comprometimento ocasionado pelo trabalho, ou no ambiente do trabalho). O Centro faz a avaliação dos riscos biológicos e ergométricos, levando em consideração também fatores psicológicos.

“O Cerest avalia todas as condições laborais, sem exceção, a qual tem um indivíduo trabalhando sobre qualquer condição e regime de trabalho. Nossa atuação vai desde o trabalho escravo infantil até aquele profissional com vínculo reconhecido. O Centro articula com todos os setores da vigilância seja ambiental, sanitário, epidemiológico, entre outros, o que reforça a importância do papel da unidade como vigilância”, ressalta Eimar Júnior.

O metalúrgico Augusto Cesar Santana Ferreira adquiriu a “síndrome de impacto de ombro” em decorrência da atuação com impacto de metais presados e falta de uma prevenção adequada ou exercícios de alongamentos. “Recorri ao Cerest e recebi todo o apoio e acolhimento que precisei. Agradeço muito pelo suporte. Se eu pudesse dar uma nota seria a nota 10”, assegura.

GINÁSTICA LABORAL – O coordenador do Cerest Estadual reforça a importância da ginástica laboral nas empresas, que promove o fortalecimento da musculatura, a retirada do colaborador da inércia, incentivando o alongamento, promovendo uma circulação sanguínea corpórea mais adequada e diminuindo o risco Lesão por esforço      repetitivo.

“A atividade laboral ela deve ser intensificada e incentivada em toda empresa, infelizmente as pequenas empresas não têm ainda profissionais adequados para promover essa ginástica laboral, mas essa é uma das pautas do Cerest. Levamos a discussão dessa questão junto aos conselhos de classes, sindicatos e profissionais, para disseminar os benefícios dessa atividade”, explica.

Não estão sendo realizados atendimentos presenciais no Cerest Estadual em virtude da pandemia da covid-19.

AMPLIAÇÃO- A ideia, segundo o coordenador estadual, é visitar todos os Cerest’s regionais, reforçar e ampliar a vigilância das unidades dentro dos municípios, articulando parcerias e fazendo o diagnóstico situacional de como está a saúde dos trabalhadores no atual momento.

Nos dias 27 e 28 de julho, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizará no município de Capanema o I Encontro de Referências Técnicas em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. O evento é organizado pelo Cerest Estadual e pelo 4º CRS.

Texto: Giovanna Abreu/Secom
Foto: Divulgação