Moradores de Cachoeira do Arari, no Marajó, recebem Projeto ‘Saúde por Todo o Pará’

Moradores de Cachoeira do Arari, no Marajó, recebem Projeto ‘Saúde por Todo o Pará’

19 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Serviços do projeto “Saúde por Todo o Pará” chegaram a vários municípios do Marajó

“Pedia para Deus uma ação como essa na cidade. Com a emissão de carteira de pessoa com deficiência para a minha filha, vou conseguir continuar o tratamento dela e economizar nas viagens. Com esse dinheiro vou comprar alimento para a minha família. Vai melhorar muito, não só para mim, como para outras mães que vivem a mesma situação que a minha”, conta, a pescadora Leomarina Cabral, que participou da Expedição Marajó I, em Cachoeira do Arari, e é mãe da Melina Ester, de 2 anos, que possui malformação nos pés.

Os moradores do município de Cachoeira do Arari, no Arquipélago do Marajó, chegaram cedo à Escola Estadual José Rodrigues Viana para receber diversos serviços do projeto “Saúde por Todo o Pará”, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Nos municípios de Soure e Salvaterra, a ação registrou mais de 2 mil atendimentos.

A primeira-dama Daniela Barbalho acompanhou o atendimento aos moradores

A primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, que é considerada madrinha da ação, foi conferir de perto a execução dos serviços e reforçou a emoção de participar deste marco para a região do Marajó. “Estar presente por todo o Pará é um compromisso firmado pelo Governo e buscamos, especialmente, com essa ação, reduzir a mortalidade materna infantil da região. A partir de um diagnóstico situacional, além de ações gerais de saúde para crianças, adolescentes, adultos e idosos, vamos trazer mais qualidade de vida para a população”, afirma.

Para o estudante Antonio Gemaque, morador do município, a ação vai contribuir com a saúde e com a redução de gastos. “Faço acompanhamento em Belém e estou sempre em deslocamento. Consegui tirar minha carteirinha de passe livre intermunicipal. Veio na hora certa essa ação, porque consegui tirar a minha carteira. Agradeço ao Governo, porque é uma oportunidade maravilhosa para todos nós, somos carentes de serviços desse tipo”, conta.

Orientações sobre saúde bucal também fazem parte do projeto

Adriano Freitas, um dos coordenadores da ação, explica que o acesso à saúde nos municípios marajoaras ainda encontra empecilhos. “Quebrar as barreiras que impeçam o atendimento adequado e aproximar os serviços de saúde da população é o nosso foco com a Expedição”, pontua.

O prefeito de Cachoeira do Arari, Bambueta, agradeceu ao Governo do Estado por garantir serviços essenciais para a população marajoara. “Essa gestão tem se feito presente no Marajó e eu só peço a Deus que continue abençoando esse trabalho que vocês estão desenvolvendo aqui”, agradece.

O secretário Regional do Marajó, Jaime Barbosa, ressaltou que o Governo não mede esforços para levar saúde para todo o Pará. “Essa ação é muito necessária, agradeço pela sensibilidade e pelo trabalho para que a Expedição chegue com eficácia e eficiência nos nossos municípios”, afirma.

PACTO PELA REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA – As visitas técnicas em Cachoeira do Arari foram feitas de forma integrada pelas coordenações de Saúde da Mulher e da Criança da Sespa, na Unidade Mista, que funciona como hospital do município, onde atende gestantes de risco habitual e, eventualmente, em trabalho de parto de alto risco, onde são avaliadas e encaminhadas para a referência.

“Identificamos as fragilidades e podemos verificar de que forma o Governo do Estado pode atuar para fortalecer os cuidados com a Atenção Materno Infantil. As maiores comorbidades que chegam até a unidade do município são tratáveis e evitáveis com o pré-natal adequado”, afirma Nicolli Vieira, coordenadora de Saúde da Mulher da Sespa. O intuito é identificar o perfil epidemiológico de cada município para traçar ações estaduais focais, de acordo com a necessidade de cada localidade.

serviços oferecidos à população está a triagem de enfermagem

SERVIÇOS – Entre os serviços realizados pelo Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR) estão: cadastro para a entrega de órteses, próteses e cadeiras de rodas, com as adaptações necessárias e sob medida; testes da orelhinha e da linguinha, para detectar precocemente alguma alteração; triagem e avaliação de malformações faciais e motoras; orientação nutricional; identificação de problemas auditivos; avaliação de atraso do desenvolvimento neuromotor, entre outros.

Também são disponibilizados durante a ação: a triagem de enfermagem, atendimento médico, emissão de carteira de pessoa com deficiência, testes rápidos (HIV, Sífilis, Hepatite B e C) com aconselhamento; vacinação (DT – difteria e tétano; HPV; Hepatite B e Influenza H1N1); palestras educativas sobre saúde da mulher, saúde da criança, saúde bucal, orientação sobre o aleitamento materno e alimentação de bebês e crianças e distribuição de kits de higiene bucal; emissão de passe livre intermunicipal.

EXPEDIÇÕES I e II – Ainda nesta quinta-feira (19), a Expedição Marajó II esteve no município de São Sebastião da Boa Vista. Nesta sexta-feira (20), os serviços de saúde serão disponibilizados em Santa Cruz do Arari e Curralinho.
Até o final das ações de saúde no arquipélago, também serão contemplados os municípios de Santa Cruz do Arari, Anajás, Bagre, Breves, Curralinho, Gurupá, Melgaço, Portel, Chaves e Afuá. Ao todo, 16 cidades do arquipélago serão contempladas.

Texto: Giovanna Abreu/Secom
Fotos: Paulo Cezar/Ag. Pará