Novos lotes da Coronavac são levados pelo Graesp para Região do Xingu

Novos lotes da Coronavac são levados pelo Graesp para Região do Xingu

16 de julho de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Percurso leva duas e meia de Belém a Altamira

Novos lotes da vacina Coronavac contra a Covid-19, totalizando 4.100 doses foram disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA) e distribuídos em parceria com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) por meio do Grupamento Aéreo de Segurança (Graesp). O destino final foi a cidade de Altamira e demais municípios da Região do Xingu. Essa parceria garante que a logística funcione de forma mais rápida e que o maior número de pessoas sejam imunizadas o quanto antes contra o Coronavirus. A entrega ocorreu na última quinta (15).

O Pará é o segundo maior estado do Brasil em extensão territorial com características próprias geográficas, o que implica um maior desafio para logística no planejamento e distribuição das vacinas. Porém, o Grupamento Aéreo de Segurança e o Grupamento Fluvial (Gflu) garantem que a entrega seja otimizada para os demais municípios além da Região Metropolitana.

Um percurso que demoraria de 18h à 24h feito de transporte terrestre de Belém para Altamira, por meio da aeronave, leva apenas cerca de 2h30, garantindo com que a vacina seja disponibilizada à população em até 48h.

O coronel Armando Gonçalves, diretor do Grupamento Aéreo de Segurança Pública, comenta como funciona a logística de transporte. “O avião que transportou as vacinas é um monomotor que voa com autonomia de cinco horas de voo e vai levar apenas 2h30 saindo de Belém para Altamira, o que é muito importante no momento atual, pois se o mesmo trajeto fosse feito de carro, levaria um dia para chegar lá. E dessa forma, garante que a vacina seja distribuída no mesmo dia”, destacou o diretor.

Texto: Aline Saavedra/Sespa
Foto: Divulgação