Poli Metropolitana já realizou 844 atendimentos na especialidade de alergologia no ano de 2021

Poli Metropolitana já realizou 844 atendimentos na especialidade de alergologia no ano de 2021

10 de setembro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Pacientes com manifestaçoes alérgicas como asma rinite dermatite e outras têm atendimento gratuito assegurado na Policlinica

A alergologia trata as patologias que acometem o sistema imunológico desencadeadas por fatores alérgicos. Existem muitas doenças que são classificadas como alergia: a asma, a rinite, a dermatite atópica, a alergia alimentar e hipersensibilidade a venenos de insetos, são as mais comuns. No Pará, a Policlínica Metropolitana, em Belém, atende a especialidade, dando vazão à demanda na Rede Estadual de Saúde Pública.

De janeiro a agosto deste ano, a unidade já realizou 844 atendimentos neste serviço. Número impactado com a suspensão das consultas de especialidades devido à transformação da unidade para atendimento exclusivo ao tratamento da covid-19.

“A Poli Metropolitana, em 2021, passou 40 dias atendendo a casos leves e moderados do novo coronavírus. De 06 de março a 16 de abril, a unidade recebeu 17.356 pessoas. “Mas, percebemos, que ainda assim, há uma quantidade expressiva de pessoas que foram alcançadas pelo serviço de alergologia. A Poli é uma referência diagnóstica no Estado, e vem, com uma série de especialidades médicas e não médicas para atender o paraense”, destacou o titular da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sespa), Rômulo Rodovalho.

Doenças – A alergista e imunologista Bianca Pinheiro explica que a Policlínica atende na alergologia, adultos, crianças e adolescentes. “Temos pacientes de Belém e Região Metropolitana, na maioria. Mas também, chegam de vários interiores do Estado. As doenças mais comuns apresentadas por eles, são a asma, a rinite, a alergia alimentar e medicamentosa, a dermatite atópica, a dermatite de contato e a urticária”, destacou a médica.

No primeiro contato, a especialista aplica uma anamnese no paciente. “Fazemos uma entrevista para procurar saber quais são as principais queixas da pessoa, o histórico da doença, o tratamento que o paciente já fez, para saber se ele veio encaminhado de outro especialista”, reforçou Bianca Pinheiro.

Na unidade, o usuário também tem os exames solicitados pela médica. “Fazemos diversos exames laboratoriais, e se for identificada a necessidade de outra avaliação médica, encaminhamos à especialidade com uma interconsulta”, destacou. “Ao fecharmos o diagnóstico vemos a causa ou excluímos a possibilidade de alguma”, observou a alergista.

Atendimento – Como em tantas outras enfermidades, o sucesso do tratamento das doenças alérgicas depende da velocidade do diagnóstico e dos cuidados dedicados a eles, para a melhora da qualidade de vida dos pacientes e evitar futuros episódios. “A Policlínica Metropolitana é um centro de diagnóstico de média complexidade que vem atender uma demanda importante na saúde pública de todo o estado. Temos grande oferta de exames de imagem e de laboratório de análises clínicas”, explicou Liliam Gomes, diretora executiva da Poli Metropolitana.

Os atendimentos nos especialistas são referenciados pela rede ou através de interconsulta na própria unidade. “O objetivo é dar mais resolutividade à estratégia de saúde pública, ofertando atendimento especializado aos pacientes referenciados das unidades de atenção básica em saúde para que ele tenha na Poli, a conclusão diagnóstica da patologia”, reforçou a gestora da unidade.

Adultos e criancas
podem-marcar-consultas com alergologistas para tratamento exames e diagnósticos relacionados a alergias

AGENDAMENTO – Para as consultas com especialistas, elas são marcadas pela Unidade Básica de Saúde, através do Sistema de Regulação do Estado (SisReg). No dia e horário marcado, o paciente deve estar na Poli com ao menos 40 minutos de antecedência e com todos os documentos em mãos.

– Os agendamentos de exames e consultas dos Programas Triagem Pós Covid e Pré-Operatório Rápido são feitos pelo WhatsApp (91) 98521-5110 ou pelo o e-mail: agendamento.polimetropolitana@issaa.org.br

– Como funciona: Pelo WhatsApp, a marcação é eletrônica. A ferramenta o direciona para o canal correto de atendimento, através da digitação de um número correspondente ao serviço desejado. Na hora do agendamento, mantenha seus documentos em mãos, para inserir os dados solicitados pelo sistema no momento solicitado.

Texto: Roberta Paraense/Poli Metropolitana

Fotos: Bruno Cecim/Ag. Pará