Poli Metropolitana ofertará exames e consultas para homens dentro da Campanha Novembro Azul

Poli Metropolitana ofertará exames e consultas para homens dentro da Campanha Novembro Azul

19 de novembro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

O objetivo da ação é disseminar a importância do cuidado com a saúde masculina

O eletricista Edmilson Cabral, de 52 anos, estava internado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), na Grande Belém, desde o dia 9 de novembro, devido a um acidente que sofreu enquanto fazia manutenção em uma rede elétrica. Na última terça-feira (16), ele participou da programação alusiva ao Novembro Azul, de alerta ao câncer de próstata e aos cuidados com a saúde do homem, na própria unidade. Durante o evento, ele foi encaminhado para os serviços da Policlínica Metropolitana, também na capital paraense, para fazer, ao menos, dez exames e ser encaminhado a um especialista para avaliar sua saúde integral.

Edmilson é um dos pacientes que, ao longo do mês de novembro, participará, na Poli Metropolitana, da programação voltada ao Novembro Azul, por meio da Coordenação Estadual de Saúde do Homem e a de Atenção Oncológica da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

“Achei importantíssimo nos eventos, a gente ter a oportunidade de ter consultas e exames. Muitas vezes a gente não liga para a saúde, não se previne, e quando já é tarde demais, é surpreendido com alguma doença”, disse o eletricista.

Captação  – A diretora executiva da Policlínica Metropolitana, Liliam Gomes, explica que o objetivo é disseminar a importância do cuidado com a saúde masculina.

“O principal benefício da campanha ser estendida e amplamente divulgada é conscientizar o público masculino da importância do autocuidado e da prevenção, para assim reduzir os números de câncer de próstata. É também um momento de eles cuidarem de si mesmos. São pais de família, são trabalhadores, e este é um público que não foca em fazer exames, o que é necessário. O Novembro Azul vem para dizer que eles precisam parar e cuidar deles mesmos”, observou.

No Pará, o câncer de próstata é o segundo mais incidente entre as neoplasias, seguido pelo câncer de estômago. O Novembro Azul é um movimento internacional para alertar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, que é comum entre os homens com mais de 40 anos. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa é de que, até o final de 2021, mais de 65 mil pessoas sejam diagnosticadas com o tumor. Mas, a pior notícia é que a doença faz, aproximadamente, 15 mil vítimas fatais por ano.

Campanha – A parceria entre a Policlínica Metropolitana e as Coordenações Estaduais iniciou desde o dia 5 de novembro, com uma programação educativa e de orientação, no ambulatório da unidade. “A abertura das ações contou com palestras com os temas: “Prevenção ao Câncer de Próstata e de Pênis” e “Prevenção às Doenças Crônicas Não Transmissíveis e a importância de adotar hábitos saudáveis no dia a dia”, lembrou o coordenador estadual de Saúde do Homem, Diego Cutrim.

O coordenador lembra ainda que ao longo deste mês, os profissionais que compõem a Coordenação Estadual de Saúde do Homem da Sespa atenderão a convites de instituições públicas e privadas para ministrar oficinas sobre a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. E nestas ações, serão captados homens para a realização de consultas e exames na Poli Metropolitana.

“Ao longo do mês, a Sespa vai captar homens a para ir até a Poli e realizar exames e consultas preventivas. São cerca de 15 exames entre os laboratoriais e de imagem. Não é apenas a próstata que compõe a saúde e o bem-estar dos homens. Eles também precisam, constantemente, ser avaliados por um médico para a prevenção de outras doenças”, destacou Diego Cutrim.

Agendamento – O objetivo, ainda, da campanha conjunta, é facilitar o acesso dos homens à unidade. “Dessa forma, vamos agendar cerca de 25 atendimentos por dia desses homens para a Policlínica, que atende, por agendamento prévio, homens encaminhados pelas equipes do Programa Territórios da Paz (TerPaz)”, enfatizou Diego Cutrim.

Serviço:

– O paciente não necessita ir até a Policlínica para agendar os atendimentos da Campanha Novembro Azul. Eles serão marcados nas ações alusivas à campanha promovidas pela Sespa ao longo do mês.

– Uma vez agendado o atendimento, o paciente deve estar ao menos 40 minutos antes no local, no dia e no horário marcado para a realização dos exames e avaliações médicas.

– É necessário levar seus documentos pessoais: RG, CPF, comprovante de residência com CEP e cartão do SUS.

– Os atendimentos são de segunda a sexta-feira, das 7 às 18h, na Policlínica Metropolitana, localizada na Avenida Almirante Barroso, entre a Avenida Dr. Freitas e a Travessa Perebebuí, bairro do Marco.

Texto: Roberta Paraense/Policlínica Metropolitana

Foto: Divlgação