Confira os serviços de hospitais de referência no estado do Pará

Sala de Amamentação da Santa Casa

No dia do Hospital, celebrado nesta sexta-feira (2), ganham destaque as unidades de saúde que são referências no Pará, no tratamento especializado de câncer, cardiologia, nefrologia, traumas, queimados, neonatologia, cirurgias bariátricas e traumas ortopédicos. O estado possui 26 hospitais distribuídos em todas as regiões paraenses.

“Os hospitais de referência do estado são de grande importância para a saúde pública. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), tem investido nessas unidades para oferecer atendimento de qualidade e descentralizado, para que todos os paraenses possam ter acesso”, ressalta o titular da Sespa, Rômulo Rodovalho. Desde 2019, o Governo já concluiu e entregou 16 obras em hospitais por todo o estado.

Em Belém, a construção do Hospital da Mulher, do Centro de Tratamento do Espectro do Autismo (CETEA) e do Pronto Socorro de Belém, estão em processo inicial. As obras no Hospital Regional de Salinópolis, a construção das Policlínicas de Santarém, Marabá e Tucuruí, a reforma e ampliação do Hospital Regional de Cametá, a reforma da parte elétrica e refrigeração do Hospital Público de Tucuruí e a implantação do serviço de hemodiálise e tomografia do Hospital Regional do Baixo Tocantins, em Abaetetuba, seguem em andamento.

OPHIR LOYOLA – O Hospital Ophir Loyola é um Centro de Alta Complexidade em Oncologia (CACON), que atende pacientes encaminhados de todo o Estado, com 100% de sua capacidade destinada ao Sistema Único de Saúde (SUS). O diretor geral da unidade, Joel Monteiro de Jesus, ressalta que todo o tratamento é realizado no próprio hospital, desde o primeiro atendimento ambulatorial, até as cirurgias, sessões de quimioterapia e radioterapia. “A instituição, que é centenária, também é referência em transplante, hemodiálise, neurologia clínica e neurocirurgia”, alerta.

HOSPITAL DE CLÍNICAS – A diretora presidente da Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, Ivete Vaz, explica que a unidade foi criada com a missão de acolher pacientes com transtornos psiquiátricos e após as obras de ampliação, o hospital passou a ser referência também para a nefrologia e a cardiologia.

De janeiro a maio de 2021, o hospital realizou 19.862 consultas e 9.441 atendimentos emergenciais e 897 cirurgias. Além disso, em conjunto com a Clínica Monteiro Leite, que é vinculada ao hospital, realizou 14.306 sessões de hemodiálise. A Fundação possui 55 máquinas de diálise.

“Os investimentos precisam ser constantes, para que possamos acompanhar a evolução tecnológica da medicina nessas áreas e garantir a entrega de assistência de qualidade e humanizada, de acordo com o perfil dos nossos pacientes. Priorizamos a modernização estrutural e a capacitação de profissionais para isso”, destaca a diretora.

Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência

HOSPITAL METROPOLITANO – O único Centro de queimados da região norte do país, fica dentro do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), que também é referência no atendimento de traumas. A diretora da unidade, Alba Muniz, ressalta que o atendimento para vítimas de acidentes, descarga elétrica, agressão, ferimento por arma, precisa ser muito rápido e resolutivo para que se consiga um bom desfecho.

“Alcançamos índices excelentes de recuperação, considerando que o volume de óbitos é extremamente baixo. Os pacientes voltam para as suas famílias recuperados e com as menores sequelas e o máximo de reabilitação possível”, ressalta a diretora. Em 2020, o hospital realizou 30.205 atendimentos de urgência e emergência. Em 2021, até o mês de maio, a instituição já realizou 11.843.

Fundação Santa Casa

SANTA CASA – A Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMPA), é a unidade que mais oferece serviço de neonatologia em toda a Região Norte e uma das maiores do Brasil. Cerca de 500 leitos são oferecidos aos usuários do SUS. O presidente da Fundação, Bruno Carmona, ressalta que além do foco materno-infantil, a unidade atende crianças com insuficiência renal crônica e pacientes com complicações no fígado. Em breve, a Santa Casa realizará transplantes hepáticos.

Hospital Jean Bitar

JEAN BITTAR – O Hospital Jean Bittar é referência em procedimentos de cirurgia bariátrica, com o Programa Obesidade Zero, lançado em 2020. Durante a pandemia, a unidade precisou alterar o perfil de atendimento para tratar pacientes de Covid-19 e, em maio deste ano, retomou o programa, que garante acesso a consultas, orientações sobre o pré e pós operatório, além de acompanhamento psicológico.

Hospital Público Estadual Galileu

GALILEU – O Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), é uma unidade especializada no atendimento de traumas ortopédicos em Belém. Em 2020, o hospital realizou 4.373 atendimentos do tipo, sendo que cerca de 80% dos casos estavam relacionados com acidentes de trânsito.

Texto: Giovanna Abreu/Secom
Fotos: Bruno Cecim, Rodolfo Oliveira (Arquivo), Marcelo Seabra e Alex Ribeiro/Ag. Pará

Você pode gostar...