Hospital de Campanha do Hangar treina pessoal para lidar com as paradas cardiorrespiratórias

Hospital de Campanha do Hangar treina pessoal para lidar com as paradas cardiorrespiratórias

11 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

O treinamento conta com atividades teóricas e práticas

Enfermeiros, médicos, técnicos de enfermagem, entre outros profissionais que atuam na assistência do Hospital de Campanha do Hangar, em Belém, participaram, na última semana, dos treinamentos Reanimação Cardiopulmonar (RCP) e Score News, ferramenta que permite avaliar o risco de eventos graves,  como o mau súbito e parada cardiorrespiratória.

Com atividades teóricas e práticas, a ação desenvolvida pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP) da unidade hospitalar, criada pelo Governo do Estado para o tratamento exclusivo de pessoas com o novo coronavírus, faz parte de um calendário de ações previstas para ocorrer durante o ano.

“Com a programação, a nossa ideia é de educação continuada para salvar ainda mais vidas. Quando esse profissional entende que pode identificar e prevenir um possível problema, a situação, que poderia ser negativa, ganha um desfecho positivo”, diz Aline Rafaella, enfermeira responsável pelo setor de Educação Continuada do Hospital de Campanha.

A partir de seleção feita pelas coordenações, nos períodos da tarde e noite, todos os profissionais da assistência participarão dos treinamentos. “O ideal é que todos participem. As indicações são feitas pelas coordenações e eles se engajam, pedem para participar. Isso é bom porque reforça a missão de todos que estão dentro do Hospital de Campanha, que é a de salvar vidas”, frisou a enfermeira Aline Rafaella.

A qualificação é composta por dois momentos: aula sobre indícios e prevenções de danos à saúde do paciente e uma simulação de reanimação. A enfermeira Lycia Paiva, 36, fez o treinamento e avalia o curso como um avanço para os cuidados de pacientes. “Eu nunca imaginei passar por um curso tão completo dentro de um hospital de campanha. Pudemos tirar dúvidas e compartilhar experiências vividas. Com certeza, aplicaremos o que foi aprendido da melhor maneira”, diz.

OPORTUNIDADE – Irlana Rosa dos Santos, 26, técnica de enfermagem, atua no Hospital de Campanha há seis meses e diz que o curso foi a oportunidade de colocar em prática e reforçar os aprendizados. “Essa é a primeira oportunidade que tenho tanto de colocar em prática o que já sei, quanto reforçar o que já sabemos fazer. Esse preparo para lidar no trato com o paciente é fundamental”, completa.

SCORE NEWS – Trata-se de um protocolo para reconhecer precocemente o agravamento do paciente internado, a fim de prevenir uma possível parada cardiorrespiratória.

A partir de indícios que demonstram se o paciente está regredindo para quadros negativos ao tratamento, o profissional de saúde identifica a decisão quue deverá tomar.  Se, por exemplo, um medicamento apresentar reações contrárias, ao identificar a situação, o profissional tem tempo hábil para reverter e solucionar os problemas apresentados.

REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR (RCP) – É o conjunto de manobras que, segundo a Associação Americana do Coração, visa à melhoria das habilidades no atendimento do paciente com comprometimento cardiovascular grave, a fim de garantir o fornecimento de oxigênio e sobrevivência.

HOSPITAL DE CAMPANHA DO HANGAR – Implantado pelo Governo do Pará e gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, é o maior centro hospitalar do Estado dedicado ao tratamento da Covid-19. Por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), mais de sete mil pacientes já foram atendidos. Hoje, a unidade conta com 160 leitos e ocupação de 36%.

Texto: Alberto Dergan/HCH

Foto: Divulgação