Hospital Jean Bitar aprimora atuação da equipe de enfermagem sobre reação transfusional

Hospital Jean Bitar aprimora atuação da equipe de enfermagem sobre reação transfusional

1 de outubro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Enfermeiros e téc. de Enfermagem do Hospital Jean Bitar (HJB), no Umarizal, em Belém, em curso sobre procedimentos de transfusão

“É muito bom saber, que se eu sentir alguma reação que não seja normal na hora que eu estiver recebendo sangue, eu poderei contar com os enfermeiros e técnicos de enfermagem, que estão sempre por aqui por perto e que poderão me ajudar numa emergência; fico muito tranquila em saber isso. Já recebi sangue várias vezes nesse tempo que estou aqui, mas só em saber que sempre que eu precisar, o terei disponível aqui mesmo no hospital, me deixa aliviada e segura, pois não vou precisar esperar mandarem do Hemopa em última hora, caso haja necessidade urgente. Eu acredito que essa rapidez para o sangue chegar a quem precisa aqui neste hospital, pode até salvar uma vida, em uma hora de emergência.”

O relato da usuária de Ananindeua, Flaviana Lopes, 66 anos, internada no Hospital Jean Bitar (HJB) há mais de 40 dias, mostra o sentimento de segurança e alívio dela em saber que a equipe de enfermagem é treinada para realizar procedimentos específicos diante de uma reação transfusional, e também por saber que a agilidade faz a difereça na hora em que o paciente, de fato, precisa de transfusão de sangue, como é o caso de Flaviana, que já fez cerca de seis transfusões no hospital desde que foi admitida na unidade.

Visando a capacitação da equipe sobre as reações transfusionais de usuários do HJB, em função da transfusão de sangue, recentemente a Agência Transfusional (AT) do Hospital Jean Bitar promoveu, recentemente, mais um treinamento, que desta vez teve como público, todos os enfermeiros e técnicos de Enfermagem da instituição.

De acordo com a facilitadora do treinamento, biomédica da AT, Jéssica Rodrigues, o tema “Reação Transfusional” foi discutido junto aos profissionais para atualização dos conhecimentos da equipe, reforçando sobre como agir; quais cuidados e procedimentos necessários, quando há sinais e sintomas de reação adversa relacionada à transfusão sanguínea.

“Sabemos que durante a transfusão de sangue pode haver reações imediatas e tardias. Por isso, no treinamento reforçamos junto à equipe de Enfermagem sobre quais condutas devem ser tomadas em caso de reação transfusional, qualificando esses profissionais para intervir nessas situações atuando, dessa forma, juntamente com a AT na realização da hemovigilância para maior segurança do paciente”, enfatiza a biomédica.

Para o técnico de Enfermagem do HJB, Gerson Borges, os conhecimentos adquiridos no treinamento se somaram aos que ele já possuía, mas, mesmo assim, foi importante a oportunidade de relembrar e de se atualizar sobre novos protocolos.

“Alguns conhecimentos e orientações sobre condutas que devemos ter diante de uma reação Transfusional, eu já os tinha, mas foi muito bom relembrá-los. Também foram importantíssimas as atualizações sobre novos protocolos. Precisamos muito dessas atualizações dos nossos conhecimentos para garantirmos a segurança dos nossos pacientes no momento que eles precisarem de nós”, destaca o profissional.

Treinamento abordou novos protocolos sobre transfusão de sangue

Incentivo à doação de sangue – Para garantir a manutenção do seu estoque, a equipe da AT realiza o trabalho de captação de doadores juntamente com a equipe multiprofissional, entre os pacientes atendidos, pacientes que realizarão cirurgias eletivas que necessita de reserva de sangue, e entre os funcionários do HJB, por meio de campanhas internas e caravanas de doação de sangue que visam incentivá-los a contribuir com o gesto solidário.

Segundo o diretor executivo do HJB, Giovani Merenda, as certificações de qualidade, os profissionais capacitados e equipamentos de alta tecnologia fazem toda a diferença na qualidade do serviço ofertados pela Agência Transfusional do HJB.

“Além de ser acreditada em nível 3 de acreditação pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) por cumprir os padrões de qualidade e segurança dos serviços ofertados no setor, recentemente a Agência Transfusional conquistou a certificação Qmentum Diamond, o maior nível de um dos programas de acreditação em saúde mais exigentes do mundo”, informa o diretor.

A AT é certificada também pelo Programa de Avaliação Externa da Qualidade em Imuno-hematologia da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados, do Ministério da Saúde (MS), e os resultados das avaliações evidenciaram que os serviços disponibilizados pelo setor são de qualidade e garantem a segurança dos seus usuários por meio dos serviços prestados.

“Dentro da análise global dos resultados obtidos durante o processo de avaliação pela área especializada do Ministério da Saúde, a Agência Transfusional apresentou resultado individual com 100% de acerto da avaliação. Isso mostra que garantimos a qualidade do serviço prestado aos nossos usuários” acrescenta Giovani Merenda.

SERVIÇO: O Hospital Jean Bitar é um órgão de saúde do Governo do Pará, administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). O Hospital fica na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, no bairro Umarizal, em Belém

Texto: Joelza Silva/HJB

Foto: Divulgação