Hospital Regional dos Caetés (HRPC) oferta atendimento ambulatorial de fisioterapia

Hospital Regional dos Caetés (HRPC) oferta atendimento ambulatorial de fisioterapia

1 de setembro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Paciente em sessão de fisioterapia no setor de Clínicas do HRPC

O Hospital Regional Público dos Caetés (HRPC), em Capanema, no nordeste paraense, prestando  assistência diferenciada, por de sua equipe multiprofissional a pacientes de cirurgias ou em atendimento ambulatorial com a oferta de consultas fisioterapêuticas. As sessões vêm contribuindo decisivamente à evolução clínica de usuários. Somente em julho passado, foram realizadas cerca de 200 consultas fisioterapêuticas ambulatoriais.

De acordo com o coordenador do Serviço de Fisioterapia do HRPC, o fisioterapeuta, Felipe do Carmo da Silva, o gerenciamento das informações otimiza o tempo da assistência para pacientes em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e precisando de suporte de ventilação invasiva. Para esses pacientes, são feitos exercícios de mobilização precoce para que eles possam desenvolver a mobilidade, até que tenham alta da UTI. Este é um primeiro cenário de atuação.

No segundo cenário, informa a unidade hospitalar, há pacientes de cirurgias eletivas, que vão para o bloco cirúrgico e voltam para o leito das Clínicas. “É ai que o Setor de Fisioterapia também atua para melhorar a mobilidade dos pacientes internados com a ajuda de exercícios respiratórios e motores para o fortalecimento dos membros que foram sobrecarregados ou comprometidos”, observou o fisioterapeuta, Felipe do Carmo.

E num último cenário, o diferencial do HRPC é a oferta da consulta ambulatorial, que é o acompanhamento do paciente antes de uma cirurgia, e após a consulta com o médico ortopedista, ele é encaminhado ao fisioterapeuta novamente, para verificar se houve evolução na mobilidade planejada, a exemplo de maior força do membro comprometido e mesmo da amplitude de movimento articular.

Motorista Emanuel Alves,Vítima de acidente de trânsito

É verificado também se o paciente está seguindo as orientações para tratamento proposto no município dele, tendo em vista que, ao ter alta clínica, ele recebe orientações fisioterapêuticas. Entre os usuários beneficiados com a assistência de fisioterapia no HRPC, está o motorista, Emanuel Pétrico Alves, 46 anos, do município de São Miguel do Guamá, no nordeste do estado. Ele foi vítima de acidente de trânsito e sofreu fratura exposta da perna esquerda, sendo necessária a realização de procedimento para fixação externa do membro.

Segundo o fisioterapeuta Felipe Silva, Emanuel passou pelo primeiro procedimento cirúrgico e aguarda o segundo. “Estou sendo bem cuidado pelos fisioterapeutas que me ajudaram a andar de muletas, agora já posso ir no pátio do hospital todos os dias, e também na cama quando estou deitado faço pequenos alongamentos, com levantamento do corpo e da perna com várias repetições”, disse Emanuel, que não esconde sua gratidão pelos pequenos avanços diários.

Em julho deste ano, a equipe da Fisioterapia, com seis profissionais, realizou mais de 300 sessões de fisioterapia em pacientes críticos na UTI. Na Enfermaria foram cerca de 260 sessões com pacientes no pré e pós operatório.

Os atendimentos ambulatoriais, informou o fisioterapeuta, são oferecidos de segunda a sexta-feira, pelo turno da manhã. Os atendimentos de fisioterapia intensiva a pacientes da UTI, são realizados diariamente no período de 18h. “E por fim, nas Clinicas de Internação, temos o atendimento de fisioterapia de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e tarde. A equipe de fisioterapeutas do HRPC têm educação continuada, mensalmente, com treinamentos e cursos, deixando-os sempre atualizados”, ressaltou Felipe Silva.

Estrutura – O HRPC oferece assistência de média e alta complexidades. Os pacientes atendidos são procedentes dos municípios vinculados ao 4° Centro Regional de Saúde (4°CRS), composto por  Capanema, Augusto Corrêa, Bonito, Bragança, Cachoeira do Piriá, Nova Timboteua, Ourém, Peixe-Boi, Primavera, Quatipuru, Salinópolis, Santa Luzia do Pará, Santarém Novo, São João de Pirabas, Traquateua e Viseu, mas também são atendidos usuários provenientes de outras regiões. Os usuários podem ter acesso à assistência no HRPC com encaminhamento via Central Estadual de Regulação.

SERVIÇO

O HRPC é um órgão do Governo do Pará, administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Sespa. A unidade hospitalar atende usuários 100% SUS. Estamos na Av: Barão de Capanema ,nº 3191/Bairro Centro Capanema. Mais informações podem ser obetidas pelo telefone (91) 3462.3051.

Texto: Marcelo Zeno/HRPC