Materno-Infantil de Barcarena faz coleta de leite humano nas Unidades Básicas de Saúde

Materno-Infantil de Barcarena faz coleta de leite humano nas Unidades Básicas de Saúde

25 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

O intuito é promover uma rede de apoio junto à atenção básica para aumentar as doações para o Banco de Leite Humano da maternidade

A equipe do Banco de Leite Humano do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) iniciou a coleta de leite humano para arrecadar doações de puérperas e mães. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Barcarena, a iniciativa celebra o Agosto Dourado, mês de incentivo ao aleitamento materno.

O leite humano doado atenderá à demanda de recém-nascidos prematuros e de baixo peso, que não podem ser amamentados pelas próprias mães porque estão internados nas unidades de terapia intensiva ou de cuidados intermediários no Materno-Infantil de Barcarena.

Responsável técnica pelo Banco de Leite Humano (BLH) do HMIB, a nutricionista Danielly Souza, da Pró-Saúde, diz que a campanha de doação de leite humano salva vidas e contribui para facilitar a logística e o acesso de mães que não podem ir até o BLH da unidade.

“Além de divulgar o trabalho do Banco de Leite, fazemos palestras sobre a importância da amamentação, oferecemos orientações sobre ordenha, a melhor e mais segura forma de coleta de leite durante a pandemia, e desconstruímos alguns mitos e tabus acerca da doação”, explica a nutricionista.

Danielly acrescenta que “esse movimento da equipe até as unidades auxilia muitas mães que moram próximo às unidades e não podem se deslocar ao nosso Banco de Leite”. Ela explica que, por meio da coordenação da atenção primária, “somos direcionados para unidades no mesmo período em que elas estão realizando algum exame ou consulta com os bebês, e,, assim, conseguimos mobilizar essa mãe a doar enquanto aguarda o atendimento”.

EMPATIA – Neyvilla Dantas, mãe da pequena Ludmilla, de apenas 18 dias, aprendeu a fazer a ordenha com segurança e doou leite pela primeira vez. Para a dona de casa, que vive em Barcarena, o sentimento foi de empatia e colaboração.

“Eu quase não produzia leite e tive muita dificuldade de amamentar minha primeira filha, então eu sei como é difícil o sentimento de impotência. Dessa vez, tenho uma boa produção e a certeza que essa doação vai fazer a diferença para outra mãe e na vida de muitos bebês”, disse Neyvilla.

Segundo Danielly, são necessários 35 litros/mês para atender a todos os lactantes internados no HMIB. “Alguns dos bebês prematuros internados que necessitam desta doação consomem um volume de leite pequeno. No início são consumidos apenas de 5mL a 10mL, a cada duas ou três horas, então uma pequena quantidade faz muita diferença”, ressalta a profissional.

CAMPANHA – De acordo com a diretora assistencial, Joice Vaz, a parceria junto à atenção básica é estratégica para alcançar públicos além do perfil de alta e média complexidades, atendimento já desempenhado pelo Materno-Infantil de Barcarena, para suprir a demanda e aumentar os estoques no banco de leite humano da unidade.

“Entendemos a realidade do município, as questões sociais que envolvem essas mulheres, e as dificuldades logísticas com a distância e transporte público que podem surgir, então adaptamos nossa equipe para levar nosso kit de ordenha, auxiliar nessa retirada e também promover educação em saúde sobre aleitamento materno”, ressalta Joice.

As mães interessadas em doar devem estar em boas condições de saúde, ter boa produção de leite humano e não tomar medicamentos contraindicados para amamentação. Para fazer o cadastro é necessário ter em mãos os últimos exames realizados no pré-natal, documento de identidade com foto, e entrar em contato com o Banco de Leite Humano do HMIB, por meio do telefone (91) 3753-3329 e 3753-3611 ou presencialmente no hospital, localizado na Avenida José Pinheiro Rodrigues, 258, no centro de Barcarena.

As doadoras interessadas serão orientadas por profissionais capacitados sobre como fazer corretamente a coleta de leite.

PIONEIRO – Inaugurado em 2018, o Materno-Infantil de Barcarena realiza atendimento 100% pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A unidade integra a rede pública de saúde do Governo do Pará, sendo gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Nos quase três anos de funcionamento, a unidade já realizou 4 mil partos e cerca de 165 mil atendimentos entre consultas, internações, exames e cirurgias. No mês que simboliza a luta pelo incentivo à amamentação, com a campanha Agosto Dourado, o Materno-Infantil de Barcarena se torna o primeiro hospital da Região do Baixo Tocantins a receber o título da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC).

A certificação é concedida pelo Ministério da Saúde às instituições que cumprem os “Dez Passos” para o Sucesso do Aleitamento Materno, instituídos pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e os critérios de habilitação estabelecidos pela Portaria nº 1.153/2014.

Texto: Adrielle Lopes de Sousa/HMIB

Foto: Ascom/HMIB