Sespa entrega Carteiras de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista a 131 crianças no Centur

Sespa entrega Carteiras de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista a 131 crianças no Centur

15 de outubro de 2021 Off Por Mozart Lira

Em alusão ao Dia das Crianças, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual de Políticas para o Autismo (Cepa), realizou nesta sexta-feira, 15, um circuito de atividades artísticas para as 131 crianças que receberam a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea), mediante cadastro prévio. As ações ocorreram durante toda a manhã no Centro de Eventos Ismael Nery e Cine Líbero Luxardo, ambos na Fundação Cultural do Pará – Centur (FCP), em Belém.

O circuito de atividades abrangeu uma programação com a entrega de três Placas de Prioridade para Pessoas com Autismo, feita pela coordenadora estadual de Políticas para o Autismo, Nayara Barbalho, à diretora de interação cultural da FCP, Cláudia Pinheiro.  Com a instalação das placas no Espaço Ismael Nery, Cine Líbero Luxardo e na entrada do Centur, pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) passarão a ser atendidas, preferencialmente, junto com gestantes, lactantes, idosos, obesos e Pessoas com Deficiência (PcD).

“A placa tem uma função educativa, para que os direitos de autistas sejam alcançados no Pará. Logo, estão sendo colocadas essas placas com atendimento preferencial com o símbolo do autismo em todas as Secretarias do Estado”, explica Nayara Barbalho. A garantia de prioridade de atendimento está respaldada pela Lei 13.146/2015, que garante prioridade de atendimento às pessoas com deficiência, e também pela Lei 12.764/2012, alterada pela Lei 13.977/2020, que ficou conhecida como Lei Romeo Mion.

A programação contou, também, a entrega de 131 Cipteas às crianças com TEA residentes em Belém, Ananindeua, Marituba e Benevides. “É importante ressaltar que a carteira de identificação está atrelada a um cadastro que cria a primeira base de dados sobre o autismo do Estado do Pará, tendo em vista que, para a programação de políticas públicas nós precisávamos ter uma base sobre o transtorno do espectro autista. Esse cadastro é feito 100% online para que todas as pessoas possam ter acesso e nós já estamos com uma média de 5 mil pessoas cadastradas”, informa.

Após esse ato, as crianças que receberam as carteiras e familiares foram convidados a prestigiar, no Cine Líbero Luxardo, a sessão especial de curtas da Pixar, como também ao circuito de atividades que aconteceram nas salas B, D, E e F do Centro de Eventos.

“Gostamos muito e foi uma oportunidade pra que ela entrasse em contato com outras crianças”, destacou Mariza Tavares, avó da Laura Sofia, de 07 anos, agora de posse da Ciptea. Os gêmeos Abraão e Thiago Boulhosa também foram levados pela avó, Rosalina Morinitsu, para receberem a carteirinha de identificação. “Vai facilitar muito as nossas vidas e foi um processo rápido de recebimento”, destacou.

Durante toda a manhã, entre as atividades lúdicas, as crianças e responsáveis puderam conferir a apresentação musical do DuoErê, formado pelo educador musical e musicoterapeuta Paulinho Maia e pelo educador musical e multi-instrumentista Diego Xavier, e da contação de histórias, com Semeias Araújo, coordenador de Promoção da Leitura do Centur.

Outras também participaram das oficinas de massinha, desenhos e jogos de mesa, sob a monitoria da terapeuta ocupacional da Cepa, Paloma Mendes, e ainda assistiram ao espetáculo de marionetes “Jardim de Alice”, do projeto Camapu – Arte e Verdade, sob a coordenação de San Rodrigues.

Ao final da sessão de curtas e das atividades nas salas, as crianças que receberam as Cipteas receberam lanches e cestas básicas ofertadas pelo Atacadão, que foram distribuídas no salão de entrada do Centur.

 

Fotos: José Pantoja (Ascom/Sespa)