Sespa já realizou mais de 2 mil atendimentos em saúde na Usina da Paz do Icuí-Guajará

Sespa já realizou mais de 2 mil atendimentos em saúde na Usina da Paz do Icuí-Guajará

17 de novembro de 2021 Off Por Mozart Lira

Entregue pelo governo do Estado no último dia 20 de outubro, a primeira Usina da Paz (UsiPaz), no bairro do Icuí-Guajará, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, tem ofertado mais de 80 serviços gratuitos disponibilizados por órgãos estaduais e instituições parceiras.

Nesse contexto, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) tem oferecido à comunidade atendimento médico com clínico geral, odontológico e psicológico, resultando em 2.127 atendimentos, sendo 808 em outubro e 1.319 entre 01 e 16 de novembro.

Para as consultas, os moradores do Icuí-Guajará e de outros bairros de Ananindeua não precisam de encaminhamento. Basta procurar a Usina, nos horários e dias em que estão disponíveis os serviços de saúde: de terça a sexta-feira, de 08 às 12 horas e de 14 às 17 horas.

“Quando há necessidade de mais de uma consulta para os atendimentos médicos, odontológicos e psicológicos, o paciente é reagendado pelos profissionais”, informa Alessandra Amaral, coordenadora da Sespa no TerPaz.

Ao todo são 18 profissionais envolvidos, entre médicos, psicólogos, odontólogos, técnicos em higiene dental, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Além dos atendimentos em consultórios, as equipes da Secretaria também têm feito palestras educativas e preventivas sobre diversos temas relacionados à saúde clínica e bucal, aos meses alusivos e rodas de conversas.

“É muito importante pra nós, da Sespa, atuar nesta política do governo do Estado que veio para transformar vidas por meio de serviços de acolhimento e capacitação que empoderam as periferias. É a presença ainda mais forte e permanente do Estado a essas populações que já vêm sendo atendidas pelo TerPaz”, analisa o secretário de Saúde do Pará, Rômulo Rodovalho.

A Usina da Paz é um projeto integrado ao programa estadual Territórios Pela Paz (TerPaz), elaborado pelo Governo do Pará e coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), em parceria com a iniciativa privada.

O projeto é inédito no País, os moradores podem usufruir das instalações de dois prédios principais que irão ofertar diversos cursos, oficinas e atendimento público, um espaço para batedores e produtos de açaí, teatro, complexo poliesportivo, quadra de areia, piscina semiolímpica, playground, área viveiro, compostagem e horta, academia ao ar livre e estacionamento.

As obras da Usina do Icuí-Guajará foram executadas em parceria com a mineradora Vale, por meio de um termo de cooperação. O Estado não recebe nenhum recurso financeiro. A Usina foi entregue ao Governo após 18 meses do início da construção, pronta e equipada. A obra gerou, nesse período, a oferta de 100 vagas de emprego direto, com a contratação de mão de obra local do próprio bairro. (Com informações da Seac).