Sespa leva campanha ‘Julho Amarelo’ ao Arquipélago do Marajó

Sespa leva campanha ‘Julho Amarelo’ ao Arquipélago do Marajó

18 de julho de 2021 Off Por Roberta Vilanova

A campanha oferece testes rápidos para hepatites e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis

A partir desta segunda (19) até a próxima sexta-feira (23), a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) leva a campanha “Julho Amarelo” aos municípios de Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras, no Arquipélago do Marajó. Além de testes rápidos para hepatites B e C (400), sífilis (200) e HIV (200), serão distribuídos preservativos masculinos, e repassadas orientações sobre a Covid-19.

Chefe da Divisão Técnica do 7º Centro Regional de Saúde (CRS) da Sespa, Raquel Gomes informa que as equipes se concentrarão nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), praias e trapiches de cada município. Em Soure, a ação será das 8 às 12 h, e em Ponta de Pedras e Salvaterra se estenderá até 17 h.

“Nossa missão é oportunizar para a população informações sobre os agravos de saúde, e alertar sobre os índices crescentes dessas patologias (Infecções Sexualmente Transmissíveis – ISTs). Além disso, neste ano vamos falar sobre a Covid-19, reforçar a importância de que todos se informem sobre o calendário de vacinação e garantam uma prevenção mais tranquila e segura, demonstrando a necessidade do cumprimento dos protocolos sanitários”, destaca Raquel Gomes.

A coordenadora de Hepatites Virais da Sespa, Marília Leão, ressalta que um dos principais objetivos da campanha é levar conscientização sobre o risco das hepatites virais para a população, com ações de educação em saúde/prevenção, vacinação e diagnóstico/triagem. A ação é direcionada a todos os públicos, com prioridade para o grupo acima de 40 anos.

A ação inclui orientações sobre vacinação contra as hepatites

Doença silenciosa – “É importante esclarecer que as hepatites virais são infecções silenciosas. O acesso ao diagnóstico precoce é fundamental para alcançarmos as pessoas infectadas com o vírus e oportunizar o tratamento. Com uma gota de sangue é feito o teste rápido, e o resultado sai em até 30 minutos, seja de hepatites B e C, sífilis ou HIV”, conta a coordenadora.

No próximo dia 20 (terça-feira) será realizado o “1º Encontro Estadual dos Serviços de Atendimento Especializados (SAE) às Hepatites Virais”, com o objetivo de capacitar profissionais de saúde da rede especializada no novo fluxo da rede laboratorial e tratamento das hepatites virais no Estado.

Nos dias 26, 27 e 28 de julho – este o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais -, será realizada uma programação especial na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e na Unidade de Referência Especializada em Doenças Infecciosas e Parasitárias Especiais (Uredipe), com atividades educativas de prevenção, vacinação para hepatite B e testagem rápida/triagem para hepatites B e C.

Segundo dados da Sespa, em 2019 foram registrados no Pará 983 casos de hepatites virais. Já em 2020, foram contabilizados 451, e os dados parciais de 2021 mostram 174 casos confirmados.

As ações da campanha “Julho Amarelo” já estão sendo executadas em balneários desde o segundo final de semana de julho, como em Salinópolis (na Praia do Atalaia), e nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) dos municípios de Bragança, Quatipuru e Viseu.

Orientações da Sespa

• Vacinar contra Hepatite A crianças de até 5 anos de idade.

• Vacinar contra Hepatite B todas as faixas etárias.

• Evitar contato com sangue e outros fluidos contaminados.

• Não compartilhar objetos perfurocortantes e de uso pessoal (alicate e outros objetos para limpeza de unha, lâmina de barbear, escova de dente).

• Usar sempre preservativo nas relações sexuais.

• Cozinhar bem os alimentos antes de consumi-los.

• Beber somente água potável: mineral, filtrada, fervida ou tratada com hipoclorito de sódio.

• Realizar testes rápidos/triagem para Hepatite B e C ao menos uma vez ao ano e evitar exposição a situações de risco.

• Lavar as mãos depois de ir ao banheiro, antes de comer ou preparar alimentos.

Texto: Giovanna Abreu/Secom
Fotos: José Pantoja/Sespa e Alex Ribeiro/Ag. Pará