Abelardo Santos atinge a marca de mais de 62 mil exames em julho

Abelardo Santos atinge a marca de mais de 62 mil exames em julho

7 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Exame de mamografia é fundamental para rastreamento de câncer de mama

Há quase seis meses à espera de uma mamografia, a dona de casa Maria Luz, de 41 anos, passou pelo procedimento no Hospital Regional Dr. Abelardo Santos – HRAS, para investigar nódulos na região mamária. A moradora do município de Soure, no Marajó, percebeu as elevações no final do ano passado e procurou uma unidade básica de saúde em sua cidade. “Antes de eu iniciar o acompanhamento médico, já queria fazer o exame para saber o que realmente eu tenho. Não dói, não é nada grande, mas o sinal de alerta acendeu”, explicou.

O exame da dona de casa, é um dos mais de 62.222 mil procedimentos do Abelardo Santos feitos no mês passado. No total de julho, houve um incremento de mais de 10 mil diagnósticos em relação a junho, que registrou 52.902 mil. O percentual de aumento foi de 18% ao comparar os períodos.

Quem também procurou a unidade e realizou uma série de exames, foi o motorista de aplicativo, Wellington Morais, de 51 anos, morador do distrito de Icoaraci. “Fui ao clínico geral, pois estou com fortes dores no peito e nas pernas. Ele me passou uma tomografia. Fiz também exame (laboratorial) de sangue. O atendimento foi rápido e percebi que os profissionais me trataram com muito respeito. Também foi marcada uma endoscopia. Devo retornar na próxima semana, em jejum e com um acompanhante”, avaliou o autônomo.

Demanda – Durante o período de atendimento exclusivo à covid-19, a central diagnóstica da unidade não interrompeu o funcionamento. Os exames mais demandados eram tomografia de tórax e radiografia de tórax. Com o retorno do perfil original, em maio, o HRAS retomou a oferta de mais de 20 tipos de exames por imagens, porém, entre os mais procurados atualmente são: a biópsia de mama, endoscopia, colonoscopia, mamografia, uretrocistografia, ecocardiograma, eletrocardiograma, radiografia, ultrassonografia e as tomografias, além da biópsia de próstata, um dos mais complexos realizados na unidade, por conta da sedação que é realizada através da anestesia geral endovenosa e dos laboratoriais.

Em média, são realizados 200 exames por dia na unidade. “Com o fluxo normalizado após os atendimentos exclusivos à Covid-19, os serviços do HRAS, têm se ampliado ao longo dos últimos meses. O aumento já é um reflexo do retorno normal dos atendimentos ambulatoriais, dos procedimentos cirúrgicos e de todos os serviços oferecidos pela unidade, que é estratégica do Governo do Estado para desafogar as demandas da rede”, frisou o secretário Estadual de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho.

Alexandre Reis, diretor administrativo do Abelardo Santos

Para o diretor administrativo do Abelardo Santos, Alexandre Reis, o número de exames realizados na instituição, mostra o dinamismo com os serviços implantados na atual gestão do HRAS. “Retornamos a realização de todos os diagnósticos por imagem e laboratoriais, no dia 3 de maio. Percebemos que junho já apresentou um número expressivo na realização dos procedimentos. No mês posterior, alavancamos ainda mais, chegando à marca de mais de 62 mil exames de imagem e laboratório em um único mês”, destacou o gestor. O Instituto de Saúde Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA), Organização Social em Saúde (OSs), está à frente da gestão da instituição, desde março de 2021.

Serviço– A Central Diagnóstica do Abelardo Santos, atende os usuários de segunda a sexta-feira, de 07h às 17h. O preparo para cada procedimento é informado ao paciente na hora da marcação, a qual deve ser feita no setor de agendamento de exames e consultas da unidade, de segunda a sexta, no horário de 07h às 17h.

Os resultados também são entregues nos dias de semana, no horário de 10h às 12h e 14h às 16h, no bloco C. O paciente precisa apresentar o documento de identificação.

Texto: Roberta Paraense/HRAS

Fotos: Divulgação