Aldeia Kenopyre, no território indígena Kayapó, recebe os serviços do ‘Saúde Por Todo o Pará’

Aldeia Kenopyre, no território indígena Kayapó, recebe os serviços do ‘Saúde Por Todo o Pará’

17 de setembro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Xikô Kayapó, que anunciou pelo rádio a chegada da expedição

Pelo rádio, Xikô Kayapó confirmou aos demais indígenas da sua etnia a chegada da expedição “Saúde Por Todo o Pará” à aldeia Kenopyre, onde mora com a família, no município de Tucumã, na região Sudeste. “Ficamos muito alegres e satisfeitos com a chegada dessa equipe. Estávamos aguardando e acompanhando as ações em outras aldeias. Saúde é importante para nós, porque estamos começando uma nova aldeia e precisamos de todo tipo de cuidado para morarmos com segurança e saúde”, declarou o indígena de 52 anos.

A aldeia Kenopyre foi a terceira do Dsei Kaiapó Pará a receber expedição Saúde Por Todo o Pará – Territórios Indígenas

A aldeia Kenopyre foi a terceira do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Kaiapó Pará a receber a equipe da expedição “Saúde Por Todo o Pará – Territórios Indígenas”, projeto do governo do Estado que visa ampliar estratégias de acolhimento aos povos tradicionais do território paraense, a partir da oferta de serviços de assistência primária na área da saúde.

Entre consultas, exames clínicos, vacinação, testes rápidos para detecção de Covid-19, infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), malária e avaliações multiprofissionais, os indígenas da aldeia Kenopyre receberam 124 atendimentos, realizados pelas equipes da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR) e Universidade Federal do Pará (UFPA).

À beira do igarapé, na aldeia Kenopyre, o cirurgião dentista Leonardo Gabriel Lopes mostra às crianças a importância da higiene bucal

Saúde bucal – Para as crianças da Kenopyre, um dos momentos mais esperados foi a orientação em saúde bucal. Assim como nos demais territórios visitados, a ação incluiu a distribuição de kits com escova e creme dental, montados pela Coordenação Estadual de Saúde Bucal.

A orientação dada pelo cirurgião dentista Leonardo Gabriel Lopes, às margens do igarapé que banha aldeia, mostrou a importância dos bons hábitos de higiene. “Saúde bucal deve ser incentivada desde criança, para que o crescimento seja saudável. No caso dos indígenas, esse trabalho é feito também com adultos, para que eles possam adotar esses cuidados, evitando problemas futuros, melhorando a qualidade de vida e até mesmo em questões de estética”, detalhou o cirurgião, que atua no Dsei Kaiapó Pará – Polo Tucumã.

Faltando uma aldeia a ser visita nesta etapa, a coordenadora da expedição, Eliene Putira Sacuena, reforçou a importância dos resultados alcançados até o momento. “Superamos a marca de 500 atendimentos em apenas três territórios desse Distrito. Isso nos mostra que estamos conseguindo avançar em nosso objetivo principal, que é levar saúde pelo bem viver dos povos indígenas”, frisou.

Além da etnia Kayapó, o “Saúde Por Todo o Pará – Territórios Indígenas” estará em mais três Dseis entre os meses de outubro e novembro. A programação inclui Altamira (13 e 23 de outubro), contemplando a etnia Xikrin do Bacajá; Guamá Tocantins (8 a 13 de novembro), com a etnia Parakanã, e Tapajós (17 a 25 de novembro), para atendimento da etnia Munduruku.

Texto: Marcelo Leite/HC

Fotos: Marcelo Seabra/Ag. Pará